| Futebol

Giovana Stephan e Renan Alcantara fazem história no Mundial

Dupla do nado sincronizado conquistou marca histórica em Budapeste

flameng - Giovana Stephan e Renan Alcantara fazem história no Mundial

Foto: Simone Castrovillari/SSPress/CBDA

O Flamengo foi muito bem representado no Campeonato Mundial de Desportos Aquáticos. Nas piscinas do Parque da Cidade, localizado em Budapeste, na Hungria, três atletas do Mais Querido brilharam nas águas. Maria Clara Coutinho, Giovana Stephan e Renan Alcântara competiram para defender as cores da Seleção Brasileira e encerraram o torneio com saldo positivo. As provas foram disputadas dos dias 14 a 22 de julho.

Inicialmente, o objetivo de Giovana Stephan e Renan Alcantara era surpreender. Dito e feito. Na primeira grande prova da dupla, que treina junta há dois anos e teve a oportunidade de formar o primeiro dueto misto da história do país no Mundial, os atletas fizeram duas grandes apresentações. Com os temas "Balé da Bela Adormecida" e "Overture, Pas de deux, Waltz of flower", Giovana e Renan encantaram os torcedores e, após avançarem na fase classificatória, chegaram à sétima colocação na competição, a melhor da modalidade brasileira em todas as edições do campeonato.

"Gostamos muito, nosso objetivo nessa final era melhorar a nota e chegar mais perto dos 80, então estamos satisfeitos com o resultado. O tema é forte e todos conhecem e vibram com a música, por isso escolhemos. Entramos confiantes e mais tranquilo. Treinamos bastante e estávamos bem antes da prova. Um borboleta parou na Giovana antes de entrarmos, estava tudo conspirando para dar certo e deu", afirmou Renan ao site oficial da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos.

"Estamos felizes. Fizemos tudo que dava para fazer e a sensação é de dever cumprido. Gostamos dessa prova e do livre também. São outros momentos de tensão. Nesta prova, os elementos são os momentos mais tensos, já no livre nos preocupamos mais com as alçadas e sincronismo. Tenho experiência de outros Mundiais, mas é sempre bom poder estar entre os melhores do Mundo e ver essa estrutura linda", disse Giovana.

 Nas outras provas, as atletas rubro-negras fizeram boas apresentações, mas acabaram ficando fora das finais por pouco. Giovana Stephan conquistou a 14º colocação no solo técnico; já Maria Clara Coutinho, que esteve nas provas de solo livre, dueto técnico e dueto livre ficou com a 15º posição nas três. Maria Eduarda Miccuci, que também é do Flamengo, foi a reserva do Brasil nas apresentações.

As equipes de nado sincronizado do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/25736/giovana-stephan-e-renan-alcantara-fazem-historia-no-mundial

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.