| Futebol

Globo paga menos, mas aceita carioca sem Fla e clube pode ficar sem R$ 120 mi

flameng - Globo paga menos, mas aceita carioca sem Fla e clube pode ficar sem R$ 120 mi

Na proposta enviada pela TV Globo aos clubes, a emissora já prevê um cenário sem o Flamengo. Nele, todos receberiam menos. Mas o que mais deixaria de ganhar seria o próprio rubro-negro: R$ 120 milhões em oito anos. No geral, o contrato seria 25% menor. Saindo dos atuais R$ 120 milhões, para R$ 90 milhões. Juntos, Fluminense, Vasco e Botafogo deixariam de ganhar R$ 36 milhões no período. Já a Federação de Futebol do Rio (Ferj) é quem mais pode perder dentre os que assinarem, pois além de reduzir o valor da sua cota em R$ 24 milhões no período, também teria um produto com menos valor para negociar a publicidade em TV.

Caso o rubro-negro se mantenha firme na posição de não assinar nos termos atuais, o clube continuaria participando da competição, mas com o time B. O principal se dedicaria a outros campeonatos e o clube estuda outras formas de arrecadação no período. Mas ainda não há planos concretos.  

A posição do clube em não assinar, como explicado nesta terça-feira, é além de política (entenda os motivos no link ao lado) também financeira. O rubro-negro não acha justo receber menos do que a Federação. Sem o Flamengo, a entidade receberia R$ 9 milhões, no lugar dos R$ 12 milhões da atual proposta. Mas continuaria com o poder exclusivo de comercializar as placas de propaganda nos estádios. Especialistas do setor calculam que com todos os quatro grandes sendo televisionados, a federação poderia conseguir dobrar este valor recebido com a cota, passando a faturar até R$ 24 milhões, por ano, ou R$ 192 milhões (no cenário mais otimista), até 2024.

Há quem diga que mesmo tendo a redução, ainda é muito dinheiro para uma entidade que faz pouco pelo desenvolvimento do futebol. Uma organização que é completamente bancada pelos próprios clubes, com os 10% cobrados em borderôs (no lugar de 5% como a maioria no país). E que mesmo assim vem acumulando prejuízos (milionários) na sua operações, chegando ao ponto de ter de ingressar no programa de refinanciamento de dívidas do Governo Federal, o Profut.

Mauro explica por que Flamengo 'travou' negociação sobre dinheiro do Carioca e diz: 'Não pode ceder'

Na nova proposta, além da cota direta à Federação, ainda há um percentual destinado exclusivamente à manutenção de estádios, a ser gerenciado pela entidade. 

Rubinho perdoou Peter

A luta da federação para garantir suas polpudas cotas tem até perdão judicial. Foi o que aconteceu nos bastidores da decisão do Fluminense em assinar o "de acordo" com a Ferj, indo contra o que o presidente Peter Siemsen disse ao longo da última temporada sobre a gestão da entidade. As trocas de acusações eram tantas, que algumas ações judiciais por danos morais foram ajuizadas entre as partes.

Mas numa breve consulta aos sistemas do Tribunal de Justiça do Rio, o Blog encontrou pelo menos três perdões de Rubens Lopes a Peter. São ações que foram movidas pelo mandatário da Ferj contra o presidente Tricolor e contra o clube das Laranjeiras, que foram arquivadas nos últimos meses, por desistência de Rubinho.

São elas:

- 0508139-51.2015.8.19.001 (dano moral) Ferj desistiu do processo em 30/05
- 0476201-38.2015.8.19.0001 (dano moral) Ferj desistiu do processo em 06/06 
- 0508064-12.2015.8.19.0001 (dano moral) Ferj desistiu do processo em 14/06 

Há informações de que a recíproca nas Laranjeiras foi verdadeira e o clube também teria desistido dos processos movidos contra Rubens Lopes nos últimos meses, mas até o fechamento desta edição, o Blog não havia conseguido confirmar a informação.

O Fluminense deixa claro que embora tenha decidido assinar o "de acordo" para manter o campeonato como está, não está pressionando o Flamengo a assinar. 

Fonte: http://espn.uol.com.br/post/618743_globo-paga-menos-mas-aceita-carioca-sem-fla-e-clube-pode-ficar-sem-r-120-mi

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.