| Futebol

Golaço, choro e empolgação: "A gente pode virar qualquer jogo", avisa Jorge

Lateral-esquerdo solta a bomba na vitória do Fla, ajuda o time a continuar na Copa Sul-Americana e não segura as lágrimas: "Estava agoniado"

flameng - Golaço, choro e empolgação: "A gente pode virar qualquer jogo", avisa Jorge









A cena não é nova. Você já viu Jorge fazer um gol pelo Flamengo e cair no choro. Mas muita coisa aconteceu com ele entre a primeira e a última vez que isso ocorreu. A última foi nesta quarta-feira, na vitória emocionante do Rubro-Negro por 3 a 1 sobre o Figueirense, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. A primeira foi há mais de um ano, em julho de 2015. A Copa era outra, a do Brasil, e o lateral-esquerdo não segurou as lágrimas o marcar o primeiro gol dele como profissional. Foi contra o Náutico, numa vitória por 2 a 0 (assista ao vídeo abaixo)

- Mais um choro, mais uma emoção. Fiquei um mês e um pouquinho parado por lesão, nenhum jogador que ama o que faz gosta de ficar fora, estava agoniado para voltar. Depois que fiquei parado, é o terceiro jogo que eu faço. Estou bem demais, a preparação física foi maravilhosa. O gol não foi só para mim, foi para todo mundo que me ajudou e para a torcida - disse o camisa 6. 



Jorge ainda se firmava entre os titulares do Flamengo quando fez o primeiro gol pelo time de cima. Aos 20 anos, ainda é uma promessa, mas consolidou seu espaço e ganhou voz. Ganhou confiança. Contra o Figueirense, ajudou o time a mudar um cenário muito complicado. O Rubro-Negro havia sido derrotado no jogo de ida por 4 a 2. Na volta, em Cariacica, precisava de dois gols de diferença para avançar e conseguiu. Jorge contribuiu e muito. Foi dele o segundo gol da vitória por 3 a 1 num chutaço de muito longe. Além disso, foi maior ladrão de bolas (3 roubadas), quem mais desarmou (14) e quem mais sofreu faltas (4). 

- Mostramos que estamos preparados para dar sequência na Sul-Americana, que é um campeonato difícil, e também no Brasileiro. A gente pode virar qualquer jogo. A situação era muito complexa.

Após a partida no Espírito Santo, o lateral falou com gosto do gol marcado sobre os catarinenses.

- Fui feliz demais, dei duas ajeitadas e fui feliz no chute. Acho que muita gente falou "não chuta", mas eu acertei e fui feliz (risos).

Os jogadores do Flamengo estão de folga nesta quinta-feira e voltam a treinar na sexta. Por conta da rodada das eliminatórias da Copa do Mundo, o fim de semana será apenas de treinos. O próximo jogo do Rubro-Negro está marcado para 7 de setembro, contra a Ponte Preta, novamente no Kleber Andrade, no Espírito Santo. 

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/09/golaco-choro-e-empolgacao-gente-pode-virar-qualquer-jogo-avisa-jorge.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.