| Futebol

Gremistas são isolados por grades e reclamam de punição no Maracanã

Torcedores levam faixa apontando "hipocrisia" do STJD na decisão que excluiu o clube da Copa do Brasil como pena por injúrias raciais contra Aranha, do Santos

torcida flamengo maracanã (Foto: Thales Soares)Polícia repreende torcedor do Flamengo no Maracanã (Foto: Thales Soares)

Cuidados com segurança fizeram com que a torcida do Grêmio ficasse protegida por grades e policiais nos arredores do Maracanã neste sábado, antes do jogo contra o Flamengo, o primeiro desde que o clube gaúcho foi excluído da Copa do Brasil pelo STJD - como punição pelas manifestações de injúria racial de um grupo de torcedores contra o goleiro Aranha, do Santos. O temor era de que houvesse hostilidade aos visitantes no Rio de Janeiro.

E de fato aconteceu. Primeiro em forma de gritos, com rubro-negros chamando gremistas de racistas antes da partida - os gaúchos não reagiram. E depois com o arremesso de latas de cerveja quando uma organizada do Fla passou diante da torcida do Grêmio. A Polícia repreendeu os agressores. Com cavalos, entrou em ação para dispersar os torcedores locais.

Grêmio Maracanã (Foto: Felippe Costa)Gremistas reclamam de decisão do Tribunal no Maracanã (Foto: Felippe Costa)



torcida flamengo maracanã (Foto: Thales Soares)Rubro-negros exibem faixa contra racismo e vestem máscara de macaco (Foto: Thales Soares)

Flamenguistas aproveitaram para exibir cartazes contra o racismo, e alguns vestiram máscaras de macaco, um dos termos usados contra Aranha no episódio de injúria racial.

Muitos gremistas foram ao estádio vestindo a camisa do time. Alguns se manifestaram contra a decisão do STJD - caso de um grupo que portava uma faixa reclamando daquilo que considera hipocrisia do órgão.

Dentro do estádio, desde que as torcidas começaram a entrar, os telões passaram a mostrar repetidas mensagens contra o racismo, destacando que se trata de um crime. Flamenguistas prontamente aplaudiam as manifestações e apontavam para os gremistas.

A bola rola às 18h30 no Maracanã pela 19ª rodada do Brasileirão. Enquanto isso, o Grêmio tenta mudar a decisão da Copa do Brasil em recurso no Pleno do Tribunal.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.