“Gritaria e explosão”: jovem do Flamengo conta detalhes da tragédia no Ninho do Urubu

“Gritaria e explosão”: jovem do Flamengo conta detalhes da tragédia no Ninho do Urubu

O Flamengo passou por uma tragédia na última sexta-feira (08), em incêndio que deixou dez vítimas fatais, além de três feridos, sendo um em estado grave. Um dos sobreviventes, Wendel Alves, de apenas 14 anos, concedeu entrevista aos canais FOX Sports e contou com detalhes sobre o ocorrido.

Quando começou o incêndio a porta estava aberta, porque os meninos tinham aberto para procurar ajuda. Como já estava aberta, foi quando acordei e consegui correr. Quando nós saímos, olhamos para trás e explodiu (o ar). O segurança mandou nós pegarmos o extintor de incêndio, fomos por trás, eu quebrei uma janela, gritamos ‘acorda, acorda’, uma gritaria. Pode ser que tivesse gente desmaiada… Aprendi que não podemos desistir, porque foi coisa de Deus isso. Não desista, o sonho continua -, disse o jovem atleta.

Enquanto Wendel e outros adolescentes conseguiram se salvar, dez jogadores tiveram suas mortes consumadas. Foram os goleiros Christian Esmério, 15 anos, e Bernardo Pisetta, 14 anos; os zagueiros Pablo Henrique da Silva, 15 anos, e Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas, 14 anos; o lateral-direito Samuel Thomas de Souza Rosa, 15 anos; os volantes Jorge Eduardo dos Santos, 15 anos, e Rykelmo de Souza Viana, 16 anos; o meio-campista Gedson Santos, 14 anos; e os atacantes Vitor Isaías, 15 anos, e Athila Paixão, 14 anos.