Guerrero desabafa, revela papo com Carpa e diz: 'Chego a perder o sono'

Guerrero desabafa, revela papo com Carpa e diz: 'Chego a perder o sono'

Paolo Guerrero está fora dos holofotes desde que foi punido por seis meses por doping. No entanto, o centroavante peruano, que teve o contrato com o Flamengo suspenso, mantém contato com o clube. Inclusive conversou com  Carpegiani, revelou o atacante peruano em entrevista à "ESPN" da Argentina.

Guerrero também comentou a expectativa para voltar aos jogos do Flamengo e do Peru, além da insatisfação com o caso. Os advogados do atacante recorrem à Corte Arbitral do Esporte (CAS) para anular a pena de seis meses.

- Conversei um dia com o Carpegiani. Eu tive uma reunião no clube com os responsáveis e pude conhecê-lo. Conversamos muito pouco, mas disse que estava me esperando - afirmou o atacante de 34 anos da seleção peruana.

O período afastado de sua profissão e a indefinição sobre o caso tem tirado o seu sono, revelou Paolo Guerrero, que encontra na família o apoio e conforto.

- Chego a perder o sono, mas tento me manter forte mentalmente e não me deprimir. E me concentrar nos meus treinamentos, que me ajudam a esquecer esse momento pelo que estou passando. Alguns dias me abato,mas graças a Deus tenho os meus pais comigo. São minha fortaleza - comentou o camisa 9.

Suspenso até o dia 3 de maio por doping, Guerrero poderá voltar a utilizar as instalações do Flamengo - o CT Ninho do Urubu - a partir do dia 20 de março. Desde dezembro, quando a Fifa anunciou a punição ao camisa 9, o mesmo mantém a forma física fora do clube, com o acompanhamento de profissionais.

O peruano está nos planos do Rubro-Negro para o primeiro semestre, tanto que o inscreveu na Copa Libetadores. A reativação do contrato já é avaliada.

'Estou passando por uma injustiça. Não é uma questão difícil de resolver, não sei por que está demorando tanto. Minha paciência está cada vez mais curta', disse Guerrero.

Contratado em 2015, após destacar-se pelo Corinthians, Paolo Guerrero soma 108 partidas pelo Rubro-Negro, com 51 vitórias, 30 empates e 27 derrotas. São 42 gols do peruano, campeão carioca em 2017 pelo Fla.

Seu contrato com o clube da Gávea, suspenso desde a condenação, é válido até 10 de agosto de 2018.

Confira outras respostas de Paolo Guerrero ao canal "ESPN", da Argentina:

1. Inscrição na Copa Libertadores


Eu sabia que o Flamengo iria me inscrever (na Libertadores), tenho contrato até agosto. Estou tranquilo, mas espero resolver isso o mais rápido possível e poder fazer o que eu mais amo.

2. Saída de Rueda, cheada de Carpegiani


Foi difícil a saída do professor Rueda, tínhamos boa comunicação e uma grande amizade. Nos escrevíamos mensagens depois de cada partida quando eu não podia jogar. Nos parabenizávamos pelos bons resultados. Para mim, foi um balde de água fria. Mas desejo tudo de melhor para ele na seleção chilena.

3. Planos para o futuro

Se um dia tiver a oportunidade de jogar aqui na Argentina, venho. Se tiver a oportunidade de jogar na Europa, vou para a Europa. Mas, por enquanto, vivo o presente. Sou jogador do Flamengo, estou muito feliz.

4. Expectativa para o Mundial da Rússia


Tenho pensado pouco. Primeiro, estou focado em mim, preciso me preparar bem para começar a jogar. Não quero pensar que estou me preparando para jogar o Mundial. Quero pensar que o Paolo precisa se preparar muito bem para que, quando voltar a jogar, seja pelo clube, seja pela seleção, vá bem. Se penso em Copa, vou começar a me desesperar e não vou chegar bem.