"Ah, essas rusgas que a gente tem em campo são legais, são fortes… Já falei para ele no último jogo, 'não vai botar a mão aí que você vai ser castigado, vai ser punido, hein'. Aí ele fica: 'é verdade, verdade'. Mas já tivemos um papo legal agora", afirmou Guerrero, em entrevista ao ​globoesporte.com.

A fala do peruano faz referência a uma discussão do ano passado, em que Rodrigo apertou os peitos de Guerrero e o rubro-negro revidou com uma cotovelada. O atacante brincou com o rival no último clássico, vencido pelo Fla por 1 a 0.

"Cara, vocês já sabem o que ele gosta de fazer. Aí eu falei para ele, 'cara, você é viado?'", disse o camisa 9, em meio a risadas.

O Vasco é o único rival do Rio de Janeiro que ainda não sofreu gol de Guerrero. Questionado sobre uma possível vontade especial de balançar as redes neste sábado, o peruano garantiu que quer apenas a vitória.

"Não sinto falta. Só quero ganhar (do Vasco)", concluiu.

O vencedor de Flamengo e Vasco encara Botafogo ou Fluminense na final da Taça Rio.

​​