| Futebol

Guerrero quebra recorde pessoal e transforma 2017 em seu ano mais artilheiro

Peruano balança as redes pela 19ª vez na temporada contra o Santos e supera 2016 e 2013

flameng - Guerrero quebra recorde pessoal e transforma 2017 em seu ano mais artilheiro

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Sem caô e sem tabu. Que Paolo Guerrero sabe o caminho do gol já é fato conhecido por todo fã do futebol - mas 2017 se tornou, nesta quarta (26), um ano especial para o craque peruano. Ao balançar a rede da Vila Belmiro, contra o Santos, o camisa nove rubro-negro marcou seu 19° gol no ano, transformando esta temporada na mais prolífica de sua carreira.

Em 2016, Guerrero chegou perto de quebrar a marca. Em 2013, quando ainda vestia a camisa do Corinthians, anotou 18 gols - marca igualada três temporadas depois. Após um início de 2017 que foi apontado como o melhor de sua carreira, Guerrero manteve o ímpeto e quebrou, ainda em julho, o recorde pessoal.

Sua segunda temporada pelo Flamengo foi também a que alcançou a melhor média de gols na carreira: foram 18 em 43 jogos, ou aproximadamente 0,42 por jogo. Em 2017, sua média é de aproximadamente 0,6 gols por jogo. Mantendo estes números, jogando os 46 jogos que disputou na temporada 2013, Guerrero atingiria a marca de 27 gols, se tornando o 3° maior artilheiro rubro-negro em um ano, atrás apenas de Edílson (28 gols em 2001) e Hernane (36 gols em 2013).

Com 41 gols vestindo o Manto Sagrado, Guerrero é, atualmente, o 6° maior artilheiro estrangeiro da história do clube, atrás apenas de Valido (45 gols), Sidney Pullen (47), Petkovic (57), Candía (75) e Doval (92). Três times dividem a liderança do ranking de maiores vítimas: Fluminense, Botafogo e Boavista já sofreram 4 gols do peruano atuando pelo Flamengo.

Pouco mais de dois anos após chegar ao Flamengo, o peruano está muito próximo de completar seu 100° jogo vestindo o Manto - atualmente, tem 96.

Detentor de marcas cada vez mais importantes, Guerrero afirmou, em conversa exclusiva com o site oficial, que suas marcas pessoais não são sua prioridade.

"Na verdade, não contabilizo, não me traço metas de gols. Para mim é importante, claro, somar gols, pela posição que jogo; mas mais importante é vencer os jogos, pois isso que traz conquistas, títulos. Esses são os objetivos que busco", disse.

"Os gols estão saindo pois temos uma mobilização boa, temos jogadores importantes no time e acho que temos uma boa finalização, mas, como falei, mais importante é ajudar o time, estar com eles ot empo todo. Mesmo quando não consigo fazer gols, eu tento sempre ajudar meus companheiros a marcar", concluiu.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/25758/guerrero-quebra-recorde-pessoal-e-transforma-2017-em-seu-ano-mais-artilheiro

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.