| Futebol

Há cinco anos, Flamengo conquistava o hexa

Título foi marcado pela reação do Rubro-Negro que arrancou da 14ª posição para a primeira e gol decisivo de Ronaldo Angelim

Emocionante, de virada, diante de um Maracanã lotado: assim foi a sexta conquista do Brasil pelo Flamengo. Uma taça com a cara do Mais Querido. No dia 06 de dezembro de 2009, os 40 milhões de rubro-negros comemoraram o hexacampeonato brasileiro, depois de uma vitória memorável sobre o Grêmio. O Tricolor Gaúcho foi quem abriu o placar no Mário Filho, mas aquele título tinha que ser do Mais Querido: com gols dos zagueiros David Braz e Ronaldo Angelim, a equipe garantiu a vitória e a taça, deixando feliz todo o Brasil. Este foi o final feliz para uma reação impressionante de um time que arrancou da 14ª posição para a primeira. Tudo comandado por Andrade, eterno ídolo do clube, campeão mundial como jogador em 1981.

Confira a partida na íntegra:




Os contornos da conquista ficaram mais nítidos na partida contra o Corinthians, na penúltima rodada do Brasileirão. Um 2 a 0, com gols de Zé Roberto e Léo Moura, de pênalti, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, deixou o Rubro-Negro na liderança isolada da competição, a uma partida do fim. Aquele resultado foi o primeiro sinal de que o título estava próximo e fez a Nação 'abraçar' a sede da Gávea em uma enorme fila em busca de ingressos. O elenco se reapresentou no Ninho do Urubu, na terça-feira (01.12.09), para iniciar a preparação para o jogo contra o Grêmio, que continuaria na Granja Comary, em Teresópolis. O caráter decisivo da partida deixou o campeonato de pontos corridos com cara de mata-mata.

Quase 85 mil pessoas lotavam as arquibancadas do Maracanã para assistir ao espetáculo - e torcer, cantar, gritar e chorar de apreensão e felicidade. O primeiro tempo foi tenso, com o Grêmio melhor na partida. Até que aos 21, após cobrança de escanteio, o gremista Roberson se antecipou à zaga na primeira trave e abriu o placar para o time gaúcho. Ainda bem que o coração rubro-negro já está acostumado a emoções fortes. O sofrimento da torcida diminuiria em oito minutos, com o gol do zagueiro David Braz, após cobrança de escanteio de Petkovic. Com o Inter vencendo o Santo André no Beira-Rio, a torcida empurrava o Flamengo atrás da vitória, único resultado que garantiria o Hexa: "Mengo, estou sempre contigo, somos uma Nação, não importa onde esteja, sempre estarei contigo! Com meu Manto Sagrado e a bandeira na mão, o Maraca é nosso, vai começar a festa!"

E a festa começou, mesmo que ainda tímida, com o gol de Angelim, aos 24 minutos da etapa complementar. A Nação ainda não tinha certeza, mas podia sentir que seria aquele o gol do título. Pet bateu escanteio da esquerda, o Magro de Aço subiu no meio da área e testou no canto esquerdo: 2 a 1 para o Flamengo. Personagem perfeito para ficar marcado na história, o zagueiro rubro-negro de coração dizia ser sua maior vaidade ver o Flamengo vencer. O Grêmio ainda chegou com perigo duas vezes antes do final da partida, mas o placar se manteve até terminarem os três minutos - que pareciam 30 - de acréscimo. O apito final do árbitro anunciou o início da festa que tomou conta do país inteiro pelo resto da semana e começou com uma explosão de alegria e emoção no Maracanã.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/20031/ha-cinco-anos-flamengo-conquistava-o-hexa-

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.