• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Hugo Souza é o goleiro que mais atuou na ‘Era Dome’, no Flamengo

O Flamengo entrou em campo na última quinta (15), contra o Red Bull Bragantino, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida terminou empatada por 1 a 1 e o Rubro-Negro não conseguiu alcançar a liderança da competição. Atualmente, o Fla ocupa a terceira colocação, com 31 pontos. Este duelo faz parte da maratona de jogos do clube carioca e, devido a isso, o time vem sofrendo inúmeras alterações na escalação. No entanto, tantas mudanças resultaram em oportunidade para o jovem Hugo Souza.

O setor defensivo do Mais Querido é o local que mais passa por alteração. Ao longo da ‘Era Domènec’ no comando do Flamengo, o treinador utilizou quatro goleiros diferentes. Desde que Domè chegou ao clube carioca, o time realizou 19 partidas e Hugo Souza foi o arqueiro que mais defendeu o Manto Sagrado. O jovem da base era considerado a quarta opção, porém, com a contusão de Diego Alves, além de César e Gabriel Batista terem sido diagnosticados com Covid-19, o Garoto do Ninho recebeu uma chance e caiu nas graças da torcida.

Diego Alves sofreu uma lesão no ombro ainda no mês de agosto e, logo em seguida, testou positivo para o novo coronavírus. Na época, César recebeu a oportunidade, mas pouco tempo depois também foi diagnosticado com o vírus. Devido às circunstâncias, Gabriel Batista foi o titular por três jogos consecutivos, no entanto, também testou positivo. Desta forma, com os três goleiros se recuperando, Hugo Souza recebeu a oportunidade de fazer seu primeiro jogo como profissional, contra o Palmeiras.

Logo na primeira partida, Hugo mostrou um potencial que chamou a atenção. De lá para cá, se passaram sete jogos e o jovem da base foi titular em todos os compromissos. Ao todo, o jogador permaneceu 630 minutos em campo e sofreu apenas cinco gols. Neneca, como é carinhosamente chamado no Ninho do Urubu, permaneceu com a posição mesmo quando César e Gabriel Batista já estavam disponíveis para atuar. Vale destacar que ao entrar em campo contra o Red Bull Bragantino, o Garoto do Ninho superou César e se tornou o goleiro que mais foi utilizado por Domènec.

Para o último duelo, Diego Alves foi cogitado para voltar à posição, visto que o jogador já estava recuperado e treinando normalmente com o elenco. No entanto, ao divulgar a lista dos relacionados para o jogo contra o Bragantino, o Flamengo comunicou que o camisa 1 sofreu uma nova lesão, desta vez, torceu o joelho esquerdo nas atividades no CT. De acordo com a avaliação, o goleiro teve um edema no ligamento colateral e já iniciou o tratamento. Com isso, Neneca deve ser mantido na vaga.

GOLEIROS DO FLAMENGO UTILIZADOS NA ‘ERA DOMÈNEC’:

Diego Alves: 5 jogos – 417 minutos – 6 gols sofridos
César: 6 jogos – 391 minutos – 8 gols sofridos
Gabriel Batista: 3 jogos – 270 minutos – 5 gols sofridos
Hugo Souza: 7 jogos – 630 minutos – 5 gols sofridos

Publicado em colunadofla.com.