O ex-lateral-esquerdo criticou o vice-presidente de futebol do Flamengo, ​Ricardo Lomba, especialmente pelas saídas do técnico Paulo César Carpegiani, do auxiliar Jayme de Almeida e do gerente Mozer - além deles, o diretor de futebol Rodrigo Caetano e o preparador físico Marcelo Martorelli também foram demitidos.

"Acho muita falta de experiência do Ricardo Lomba nesta situação. Se fosse um dirigente mais cascudo, com mais experiência, deixaria para dar uma dura no vestiário, no outro dia. Será que jogou para a galera? Tudo isso você tem de levar em consideração também. Não me surpreende, pelo que já vi com outros colegas, inclusive com o Zico no próprio Flamengo alguns anos atrás", disse Júnior.

​​

​​