"Na vida quando a gente perde a gente acha ruim, então respeita mais o perdedor, não pisa na cabeça, porque a vida dá muita volta, né? Você vai saber reagir igual? Não era necessária a atitude dele, poderia ter passado batido. O jogo 3 x 1 o cara fazer isso, eu não sei se não tomava também a mesma atitude." - declarou Pernambucano se referindo à reação dos jogadores do Botafogo, que partiram para cima do atacante.

Imediatamente após à declaração, choveram críticas ao ex-jogador por parte de torcedores do Flamengo, que alegaram que a crítica foi uma atitude hipócrita, visto que o mesmo já foi suspenso por ter feito gestos obscenos à torcida rubro-negra. As críticas passaram do ponto no momento que ameaças de morte foram direcionadas ao ex-atleta, fazendo com que Juninho pedisse para não trabalhar na transmissão da final da Taça Guanabara que será disputada entre Flamengo e Boavista nesse domingo, onde o comentarista estava escalado.