Por sorte da dupla, o árbitro não viu - ou fingiu que não viu - a confusão e não puniu nenhum dos dois. Na volta do intervalo, o zagueiro, que deixou o gramado dizendo que "ia quebrar aquele moleque", afirmou que foi uma discussão de jogo e que os dois conversaram no vestiário. 

​​Essa história ainda promete render bastante na Gávea!

​​