• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

“Incorporei essa vida de flamenguista”: Rafinha garante identificação durante passagem pelo Flamengo

O lateral direito Rafinha fez história no Flamengo no ‘ano mágico’ de 2019. No entanto, o jogador trocou o Mais Querido para atuar pelo futebol grego e, atualmente, defende o Olympiakos. O atleta, todavia, não perdeu a identificação com o Rubro-Negro. Além de ter publicado imagens assistindo ao jogo do Fla contra o Corinthians, na goleada histórica de 5 a 1, no domingo (18) passado, em entrevista ao GE, ele comentou sobre sua passagem no Mais Querido e afirmou que ‘incorporou’ o que é ser flamenguista.

Só tenho a agradecer a Deus, porque foi um ano maravilhoso. Só faltou o Mundial, que escapou, mas os outros títulos estão na sala de troféus do Flamengo. Acho que o ano de 2019 vai ser um ano que vai ficar guardado na memória do flamenguista pelo jeito que tudo ocorreu. A gente só tem que agradecer a todos os torcedores que viveram tudo aquilo com a gente. Levei quase tudo. Então, foi um ano espetacular. Foi realmente fantástico. Só tenho a agradecer a esse clube e a essa torcida maravilhosa que eu tive a felicidade de fazer parte da história -, disse, antes de completar:

Criei um laço muito forte com essa rapaziada aí, com os funcionários desse clube, a identidade. Incorporei mesmo essa vida de flamenguista. De um cara que trabalha para esse clube, que gosta desse clube. Foi o que eu aprendi nesse ano que fiquei aí: a gostar do Flamengo, a amar o Flamengo. Assisto quando posso, falo sempre com meus amigos daí, ligo sempre para os meninos, falo com os funcionários. Saí daí, mas estou aí ainda. Sempre falo com o pessoal, sempre dando uma força, falando com os moleques mais novos, que são meus filhos. Fico muito feliz. Os moleques estão arrebentando -, finalizou.

Rafinha foi contratado pelo Flamengo em junho de 2019. Ao todo, o lateral direito disputou 46 jogos e deu seis assistências com o Manto Sagrado. Em um ano de clube, o jogador colecionou títulos, como: Brasileiro, Libertadores da América, Carioca, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana. Em agosto de 2020, o jogador se despediu do Fla e da Nação rumo ao Olympiakos.

Publicado em colunadofla.com.