| Futebol

INGRESSO CARO OU MARACA CHEIO?

Como ter lucros no New Maracanã

 

Pegando um gancho na excelente coluna do meu amigo Kassandro Madruga, um dos vários motivos que a imprensa tem batido no Flamengo é em questão aos valores dos ingressos cobrados pelo clube neste campeonato, e batem desde o ano passado.

Em pesquisa realizada este ano pela Pluri Consultoria ficou constatado que o Brasil possui o ingresso mais caro do mundo, em relação aos principais campeonatos da Europa, pesquisa esta que leva em conta a renda da população e valor médio do ingresso. Ou seja, pagamos mais caro para ver Negueba do que os espanhóis para verem o Messi.

Neste quesito o site futdados.com tem feito um acompanhamento rodada por rodada no campeonato de 2014 e o clube que possui o ticket médio mais caro do Brasil é o Corinthians com o valor de R$ 63,18. Alguém leu, viu ou escutou algum paladino da justiça vociferar contra os preços praticados pelo Corinthians na Arena BNDES? Se alguém viu me mostre depois.

O Flamengo detém neste ranking do site futdados.com a sétima colocação cobrando um ticket médio de R$ 35,40; atrás do Botafogo que cobra um ticket médio de R$ 50,59. O que não vejo nenhum paladino da justiça abordar sobre este assunto, principalmente no Rio de Janeiro, a questão das gratuidades, meias-entradas e participação que alguns órgãos do Rio de Janeiro têm na renda líquida nos jogos. Como exemplo o Grupo de Escoteiros do Rio de Janeiro e a FUGAP (Fundação Garantia do Atleta Profissional) juntos levaram cerca de 15 mil reais da renda de Flamengo x Grêmio na 19ª rodada.

Além disso o Maracanã hoje cobra uma taxa fixa de 300 mil reais custo operacional e uma taxa variável quanto ao aluguel do estádio que no jogo contra o Corinthians foi de 303 mil reais e contra o Grêmio foi de 335 mil reais. Ou seja, quanto menor o valor do ingresso, maior será o valor do aluguel do estádio.

Para entender um pouco esta matemática, vamos simular três situações em que o ingresso mais caro e um público menor e ingresso mais barato com público maior gerando a mesma renda.

 

Público Pagante

Valor Ingresso

Renda Bruta

Lucro

Part. Da Renda

Situação 1

10.000

100,00

1.000.000,00

339.464,61

29%

Situação 2

20.000

50,00

1.000.000,00

278.395,09

25%

Situação 3

50.000

20,00

1.000.000,00

195.014,10

19%

 Vejam que a mesma renda com públicos e valores dos ingressos diferenciados rendem ao Flamengo lucros diferentes, e parece até um absurdo, quanto menor o público e maior o preço do ingresso, maior o lucro do clube, mesmo obtendo a mesma renda nas três situações.

E como seria ter o mesmo público com ingressos e rendas diferentes:

 

Público Pagante

Valor Ingresso

Renda Bruta

Lucro

Part. Da Renda

Situação 1

40.000

20,00

800.000,00

114.306,11

14%

Situação 2

40.000

40,00

1.600.000,00

512.319,54

27%

Situação 3

40.000

60,00

2.400.000,00

1.002.596,45

33%

Analisando os dois quadros, percebemos que quanto maior a renda obtida, maior será a participação do Flamengo nos lucros, isso desde que o valor dos ingressos sejam mais elevados, pois como vimos no primeiro quadro, a mesma renda só dá mais lucros com ingressos mais caros.

Mas e o lado esportivo, como fica? Sabemos que nossa torcida é diferenciada como bem disse o Perez em sua coluna de quarta-feira, ela transforma o perna-de-pau no melhor jogador do mundo e o melhor do mundo pode ser intimidado por esta torcida e se tornar um fiasco total.

Por isto se torna ainda mais importante participarmos ativamente dos programas de Sócio-Torcedor, do Fla em Dia, do Flamengo da Nação e comprar produtos licenciados do Flamengo. É óbvio que o marketing do clube precisa melhorar o canal de comunicação entre clube e torcedor, pois como pude comprovar, o Sócio Torcedor tem diversas vantagens na vida ativa do futebol, como: participar das atividades do dia de jogo, ver seu filho entrar com o time em campo, participar de apresentação de jogadores e outros benefícios.

Precisa a diretoria encontrar um mecanismo de tornar o futebol mais rentável sem olhar apenas os números que a renda nos jogos pode proporcionar, precisa também pressionar ainda mais os candidatos a firmarem um compromisso de construção de nossa arena na Gávea, pois iria aliviar em muito o bolso do torcedor em dia de jogos no Maracanã, e claro, o governo parar de fazer assistencialismo com o bolso alheio.

Obs.: Para se tornar eterno, antes é necessário evoluir.

SRN!

 

 


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.