| Futebol

Inspirado em 2013, Ney Franco mira alívio para focar na Copa do Brasil

Apesar da lanterna, treinador quer ver time tranquilo na luta contra o rebaixamento quando entrar nas oitavas de final da competição em mata-mata

Ney Franco no treino do Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)Ney Franco se mantém otimista
(Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)

A situação está longe de ser tranquila. O Flamengo, com sete pontos em dez jogos, é o lanterna do Campeonato Brasileiro. Mas Ney Franco olha para frente, olha para cima, e prefere ser otimista. A zona de rebaixamento tão assustadora no momento não faz parte da realidade que o treinador prevê para sua equipe daqui a pouco mais de um mês. Muito pelo contrário. Quando planeja o futuro, o comandante rubro-negro prefere sonhar com título e em repetir 2013 chegando à Libertadores através da Copa do Brasil. 

Se a meta no momento é ao menos deixar a última posição com uma vitória diante do Internacional, domingo, em Porto Alegre, Ney Franco projeta um Flamengo já com gordura para queimar quando entrar na competição por mata-mata. Como participou da Libertadores, o Rubro-Negro começará a disputa nas oitavas de final, que ainda não teve data divulgada pela CBF. A terceira fase tem jogos marcados até meado de agosto. Ou seja, no mínimo mais cinco jogos para o time carioca tirar a corda do pescoço no Brasileirão. 

- Nosso objetivo é já estar em uma condição melhor quando começarmos as oitavas de final da Copa do Brasil. E não digo para estar em 19º, 18º, 17º. Digo entre os 10 primeiros, até para termos tranquilidade para esse caminho interessante para Libertadores. 

No ano passado, o Flamengo viveu situação similar ao futuro projetado por Ney Franco. Apesar de nunca ter brigado por algo na parte de cima da tabela e ter escapado da degola já no fim do Brasileirão, a equipe demonstrou força na Copa do Brasil, principalmente no Maracanã, e foi campeã batendo equipes que estavam no todo da disputa por pontos corridos.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.