| Futebol

Invicto, Flamengo volta a jogar em Cuiabá depois de 18 anos

Time nunca perdeu em dez partidas na capital do Mato Grosso – último jogo foi contra o Grêmio, em 96, e histórico inclui duelo pela Libertadores com Luxemburgo no banco

Torcida Flamengo Maracanã (Foto: Celso Pupo / Agência estado)Rubro-negros vão empurrar o time nesta quarta-feira (Foto: Celso Pupo / Agência estado)

Casa cheia e estatísticas a favor. O Flamengo volta a jogar nesta quarta-feira em Cuiabá depois de 18 anos, e a julgar pelo retrospecto tem grandes chances de voltar para o Rio de Janeiro com ao menos um ponto na bagagem do jogo com o Goiás, na Arena Pantanal, pela 20ª rodada do Brasileirão. Em dez confrontos disputados na capital do Mato Grosso, o Rubro-Negro nunca saiu derrotado: são seis vitórias e quatro empates, com 22 gols marcados e oito sofridos.

A última vez que o clube esteve em Cuiabá foi em 1996. Na ocasião, em 12 de julho, o Flamengo fez 2 a 0 sobre o Grêmio em um torneio amistoso, gols de Romário e Fabio Baiano, no estádio José Frageli. Partidas não oficiais, por sinal, marcam a relação entre a cidade e o Rubro-Negro. Das dez exibições, oito não valiam por nenhuma competição. Destes, um dos mais badalados foi o empate por 1 a 1 com o Guarani, em 1995, que marcou a estreia de Edmundo.

As duas partidas oficiais disputadas na capital mato-grossense foram a vitória por 2 a 0 sobre o Mixto, clube local, pelo Campeonato Brasileiro de 1980 - ano do primeiro título rubro-negro na competição -, e o empate por 1 a 1 com o Corinthians, pela Libertadores de 1991. Neste jogo, o treinador também era Vanderlei Luxemburgo.

Nesta quarta-feira, o torcedor de Cuiabá poderá matar a saudade do Flamengo e a promessa é de casa cheia na Arena Pantanal. Todos os 32 mil ingressos colocados à venda foram vendidos antecipadamente para o confronto com o Goiás, às 22h (de Brasília). Com 25 pontos, o Rubro-Negro é o décimo colocado no Brasileirão, enquanto o Esmeraldino, com 24, é o 13º.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.