Foram dois empates, contra Corinthians e Botafogo, que afastaram quase que por completo as chances de título no Brasileirão. A falta de vitórias é ainda maior se forem levados em consideração os compromissos do Fla na cidade do Rio em outros estádios: derrota para o Vasco em São Januário, pelo estadual, e empate com o Botafogo, na Ilha, pela primeira divisão. A última vitória do clube na cidade completará um ano. Foi no dia 15 de novembro de 2015, quando recebeu o Orlando City para um amistoso comemorativo pelos seus 120 anos de fundação: 1 a 0, com gol de Luiz Antônio. 

O próximo duelo no Maracanã será dia 20, contra o Coritiba, e depois terá mais um, dia 27, contra o Santos, num confronto que pode ser direto, seja por título ou vaga na fase de grupos da Copa Libertadores. Para o técnico Zé Ricardo, os tropeços e o jejum são apenas coincidências e que não devem pesar no psicológico dos atletas, mesmo que alguns já ​tenham se mostrado abatidos:

"É uma coincidência que não gostaríamos de passar, mas aconteceu. Ganhamos apenas dois pontos no Maracanã. Valeria mais uma vitória e uma derrota. Trabalhamos pensando em vencer, mas também enfrentamos grandes equipes. Não podemos desanimar para evitar uma decepção ainda maior", analisou.