| Futebol

Jogadores destacam perseverança, raça e apoio da torcida para virada

Flamengo sai perdendo, mas derrota o Atlético-MG por 2 a 1 no Maracanã

 

Foi na base da perseverança e da raça, aliados ao apoio constante da torcida, que o Flamengo conseguiu sair de campo na noite desta quarta-feira com uma vitória. Após sair perdendo a partida contra o Atlético-MG, Léo Moura e Eduardo da Silva marcaram no segundo tempo e garantiram o placar por 2 a 1 no Maracanã. Para os jogadores, o fruto do trabalho durante os treinamentos foi corado com uma bela vitória contra um difícil adversário. E é preciso a entrega constante de todos os atletas.

saiba mais
  • Na cabeça de Eduardo da Silva, Fla
    vira sobre o Galo e se afasta do Z-4
  • Veja como foram os lances do jogo
  • VC DÁ A NOTA: avalie os jogadores do Fla
  • Veja a tabela completa do Brasileirão

- O time não desistiu, a torcida apoiou, acreditou. A vitória vem no momento que a gente mais precisa. A emoção é grande (pelo gol), só tenho a agradecer. O treinador pediu que eu batesse o pênalti pois confia em mim e eu tinha treinado o fundamento. Trabalho coroado com uma bela vitória. Todo mundo soube ser humilde para reconhecer que precisamos nos entregar, que cada um precisa colocar o saco de cimento nas costas, e o sentimento é de dever cumprido - falou o capitão Léo Moura e autor do primeiro gol, na saída de campo.

O atacante Eduardo da Silva exaltou a torcida flamenguista ao fim da partida. Ressaltou que o apoio é fundamental para motivar a equipe em campo.

- Estou me sentindo bem melhor, no Maracanã, com essa excelente torcida. Deram apoio, sem eles seria muito difícil. A gente sabia que seria um jogo muito difícil, o Atlético-MG é uma excelente equipe e conseguimos virar o jogo - afirmou, completando sobre a possibilidade de se almejar algo maior na competição: - Como o Luxemburgo falou, estamos brigando para sair da confusão. Devagar estamos saindo, com dificuldade, mas tem que manter a calma e ter personalidade. Próximo jogo, domingo, vai ser difícil. Se ganhar, vai ficar bem mais tranquilo, mas, se perder, volta para a confusão.

eduardo da silva flamengo x atletico-mg (Foto: André Durão)Eduardo da Silva marcou o segundo gol do Flamengo na partida (Foto: André Durão)



Com cãibras no fim da partida, o zagueiro Marcelo precisou permanecer em campo mesmo com dor, uma vez que o técnico Vanderlei Luxemburgo já havia realizado suas três substituições. Ao fim da partida, o atleta se resumiu como um "guerreiro" e disse que sempre irá dar o seu melhor pelo Flamengo.

- É, a cãibra vem me perseguindo há tempo. Mas sou um vencedor, um guerreiro, vou até o final. O Flamengo não merece estar onde está. Vou dar sempre o meu melhor para o Flamengo. Fico muito feliz por essa torcida maravilhosa. Graças a Deus conseguimos pontuar, contra uma difícil equipe. Graças a Deus saímos com a vitória - finalizou.

Com a vitória, o Flamengo abriu quatro pontos de distância da zona de rebaixamento e subiu para o 13º lugar. No final de semana, viaja para Santa Catarina para enfrentar o Criciúma no Estádio Heriberto Hülse, às 16h (de Brasília), de domingo.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.