Jornalista critica diretoria por tumulto em aeroporto e diz que jogadores podem se desvincular do clube

Jornalista critica diretoria por tumulto em aeroporto e diz que jogadores podem se desvincular do clube

O Flamengo viveu momentos de tensão no aeroporto do Galeão, quando torcedores do clube decidiram protestar no embarque da equipe para Fortaleza-CE. O meia-armador Diego Ribas foi o jogador mais hostilizado, no entanto, o goleiro Diego Alves foi quem revidou aos protestos e jogou um copo de café quente em um torcedor, que chegou a relatar em seu Twitter pessoal a agressão do arqueiro. O assunto tomou conta dos programas esportivos e o comentarista Gian Oddi criticou a diretoria rubro-negra no programa Linha de Passe, da Espn.

Para o comentarista, o tumulto e a confusão que aconteceu no aeroporto era algo previsível, uma vez que já havia acontecido o mesmo em outras ocasiões recentemente. Na visão de Gian, os dirigentes foram incompetentes, pois deveriam solicitar reforço policial ou contratar mais seguranças particulares, já que os profissionais responsáveis por proteger os atletas, que estavam no local, não foram suficientes para coibir a ação da torcida.

Era muito previsível que isso (protestos e tumulto) fosse acontecer. Nas últimas viagens do Flamengo, embarque e desembarque, isso têm acontecido. O que surpreende é, de novo, uma incompetência da direção do Flamengo de não entender que isso poderia acontecer e se precaver em relação a essas atitudes dos torcedores, seja chamando polícia e pedindo reforço policial, seja contratando seguranças particulares – mais do que aqueles que estavam ali designados e que não eram o suficiente. Ficou muito claro, pois por pouco os jogadores do Flamengo não apanharam, especial o Diego quando sai do ônibus por último —, disse o comentarista.

Torcida protesta no aeroporto contra o elenco rubro-negro (Foto: Thayuan Leiras/ Esporte Interativo)

Oddi ainda lamentou o fato da diretoria não ter previsto antes que o protesto pudesse acontecer e afirmou que o clube pode ser prejudicado. Afinal, a atitude de Diego Alves, em jogar café no torcedor, demonstra que o atleta esteja bastante irritado com a situação pelo que estava passando e pode procurar a justiça, assim como o meio-campista Diego, para se desvincular do Flamengo, na opinião do jornalista.

É algo para se lamentar que a direção do Fla não tenha previsto isso. Pode ter também um ônus muito grande para o clube. Porque essa atitude de jogar um copo de café nos torcedores, demonstra que ele está muito irritado e acho que está com razão de estar, por essa ação dos torcedores. Um cara em uma situação dessa, muito irritado, que tome um soco ou seja agredido, se consegue provar isso, consegue se desvincular do clube de futebol que não o deu condições para trabalhar. Imagina o prejuízo do Flamengo, tendo rescindido o seu contrato com o Diego Alves ou com o Diego —, finalizou o comentarista.

Apesar da grande confusão que tomou conta no embarque da equipe, os atletas conseguiram embarcar e chegaram na madrugada deste sábado (28) em seu destino final. Com isso, o Mais Querido entra em campo no próximo domingo (29), às 16h, horário de Brasília, na Arena Castelão. O confronto é válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro e, enquanto o Fla tem uma vitória e um empate, o Ceará busca seu primeiro triunfo na competição no embate contra o Mengão – O Vovô tem um empate e uma derrota no torneio.

Se você quiser assistir o vídeo de Gian Oddi criticando os dirigentes do Flamengo clique aqui.