• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Jornalista critica discussão sobre adiamento de partidas: “Não é sobre saúde, é sobre sempre levar vantagem esportiva”

O Flamengo está passando por um momento difícil. Com 13 casos confirmados de coronavírus na equipe, o Rubro-Negro joga contra o Palmeiras neste domingo (27). Em tentativa de adiar o jogo, o Fla entrou em contato com a CBF, mas o secretário-geral da confederação, Walter Feldman, deixou claro que o jogo deve acontecer. O clube Alviverde também se pronunciou contra o adiamento. Por conta disso, o apresentador Bruno Vicari, no programa BB Debate, da ESPN, falou que o futebol, durante a pandemia, tem envolvido uma discussão sobre levar vantagem em cima dos times com desfalques.

—A discussão sobre o adiamento não é sobre saúde, como deveria ser, é sobre sempre tentar levar uma vantagem esportiva. Se a preocupação fosse com contaminação, quem deveria pedir o adiamento do jogo seria a equipe que iria enfrentar esse time que tem os jogadores infectados, não o contrário.

A opinião de Bruno se baseia na ideia de que os times estão buscando a vantagem nas equipes que tiveram atletas infectados ao invés de se preocuparem com a disseminação do vírus. Para ele, o Palmeiras deveria ser a equipe a pedir o adiamento, para que evitasse o contágio de seus jogadores. O que acontece, no entanto, é que o clube se posiciona contra pela chance de disputar a partida com um elenco rival desfalcado.

Além disso, ele completou que não é apenas o time rival que está com um pensamento errado. Ele afirma que a mentalidade do Flamengo ao tentar impedir que o jogo aconteça agora não envolve a saúde dos envolvidos, mas sim a necessidade de não jogar com um elenco com baixa de alguns atletas:

—O Flamengo não está pensando em algo como ‘gente, vou adiar o jogo porque estou colocando a vida do outro em risco’, ele está pensando ‘vou adiar porque não quero jogar desfalcado.’ Isso é o que está errado.

 

 

Publicado em colunadofla.com.