José Neto analisa partida e cita controle rubro-negro contra Minas

José Neto analisa partida e cita controle rubro-negro contra Minas

Foto: Staff Images/Flamengo

Na tarde deste domingo (15), o Flamengo venceu o Minas por 84 a 70 na primeira partida das quartas de final dos playoffs do Novo Basquete Brasil, e saiu na frente na disputa pela vaga. Após o jogo, o técnico José Neto falou com a imprensa sobre o duelo e o desempenho do Mais Querido na Arena Minas Tênis Clube.

"Sabíamos que enfrentaríamos uma equipe com bastante ânimo, ainda mais jogando fora de casa e depois de Minas ter conseguido a vaga como conseguiu, ganhando um Jogo 5 como aquele. Acho que conseguimos sustentar isso no primeiro momento. Começamos muito fortes e isso prevaleceu. Durante a partida, tivemos controle total do duelo. Mesmo quando eles diminuíram a diferença com algumas bolas importantes, conseguimos segurar o placar. Foi um passo importante. Agora é ter foco para voltarmos a jogar na terça-feira e darmos mais um passo para a classificação", analisou o técnico.

"Não podemos ter o placar do jogo anterior em mente nos playoffs. Tivemos 17 erros hoje, um número grande e que não estamos acostumados. O time buscou jogar com intensidade, com contra-ataque forte, então os erros saíram daí. Isso não comprometeu o jogo e nem a nossa vitória, pois tivemos sempre uma velocidade para jogar ofensivamente e defensivamente. Tomamos 70 pontos, que é abaixo do que havíamos levado nos últimos duelos. Isso mostra que temos elenco para esse tipo de jogo. Agora é focar na próxima partida para repetirmos a intensidade", completou Neto.

O próximo desafio do Flamengo será na terça-feira (17), às 20h30, na Arena Carioca 1, pelo Jogo 2 da série contra o Minas nas quartas de final. Garanta seu ingressos agora!

As equipes de basquete do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – thinkseg, Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.