| Futebol

José Neto ignora histórico favorável e elogia rivais: "Estão com muito moral"

Apesar de o Flamengo ter vencido 14 dos 15 duelos contra o Paulistano na história do NBB, treinador minimiza vitórias passadas e enfatiza que o momento é outro

A final da sexta edição do NBB entre Flamengo e Paulistano, na Arena da Barra, neste sábado, às 10h10, pode até ser inédita, mas o roteiro dos finalistas ao longo da curta história da competição quase sempre teve o mesmo desfecho. Nos 15 confrontos realizados entre as duas equipes, o time rubro-negro leva enorme vantagem com 14 vitórias e apenas uma derrota. Apesar do predomínio carioca, o técnico José Neto ignora as estatísticas, destaca o bom momento vivido pelo rival e lembra que tabus foram feitos para serem quebrados. 

- Não levo isso em consideração. Na vitória do primeiro turno, eles estavam disputando a final do Paulista com o Bauru e jogaram sem vários titulares. Já no jogo da volta, a classificação dos dois clubes estava encaminhada, e a partida não teve a mesma conotação de agora. Em relação aos jogos das temporadas anteriores, não posso falar porque não estava aqui - afirmou o técnico José Neto.

José Neto orienta os jogadores do Flamengo durante o treino desta quarta-feira (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)José Neto orienta os jogadores do Flamengo durante o treino desta quarta-feira (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)


Embora o técnico prefira ignorar a supremacia rubro-negra no confronto, os números impressionam. Das 14 vitórias do Flamengo sobre o time paulista, sete foram por 20 ou mais pontos de vantagem, sendo em que em três desses triunfos as diferenças foram de 34, 35 e 40 pontos - todos os confrontos disputados no Rio de Janeiro.

A única vitória da equipe paulista sobre o atual campeão do NBB foi no segundo turno da fase de classificação da quarta edição do campeonato, na temporada 2011/12, quando os comandados de Gustavo De Conti levaram a melhor, em casa, por 90 a 86. Daí em diante, foram sete derrotas consecutivas para o Flamengo.

Mas nada disso parece capaz de tirar o foco de José Neto. Nem quando a pergunta se inverte e joga a responsabilidade e a pressão toda sobre sua equipe.  

- É difícil falar sobre o peso dessa supremacia, pois nós nunca paramos para pensar nisso. Eu só estou sabendo dessa vantagem porque você me falou. Num jogo único tudo pode acontecer. Eles estão com muita moral, se personalizaram como time e virão muito confiantes por ser um jogo com características completamente diferentes dos demais.

Treino Flamengo Basquete (Foto: André Durão)José Neto prega respeito com o Paulistano na final do NBB 6 (Foto: André Durão)


A precaução do comandante do Flamengo é compreensível. Afinal, o ataque da equipe paulista é o terceiro melhor da temporada, atrás somente do eliminado Brasília e do próprio Flamengo. 

- É muito complicado enfrentar um time organizado e que tem no jogo coletivo sua principal arma. Os americanos até tiveram um destaque maior nas semifinais contra São José, mas eles jogaram coletivamente e foram regulares o campeonato todo. Por isso nossa defesa será fundamental na final. Eles vivem um momento especial e estão confiantes demais. Temos que ficar atentos para isso, mas nos preocuparmos com o nosso jogo e com o que temos que fazer - destacou Neto.

A TV Globo transmite a decisão entre Flamengo e Paulistano ao vivo, às 10h10 deste sábado. O GloboEsporte.com acompanha ponto a ponto, em Tempo Real, com pré-jogo a partir das 9h.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.