"A gente não conversou ainda. Sempre deixei claro que enquanto eu me sentir bem fisicamente e psicologicamente para jogar em um nível alto, para ajudar ao Flamengo e aos meus companheiros para ter vitória ou bons resultados, vou seguir jogando. Minha relação com o Flamengo vai ser sempre muito sincera. Se entenderem que eu possa continuar para ajudar dentro de campo, vai ser uma honra. Nesse momento me sinto apto a jogar mais um ano", afirmou Juan, em entrevista ao ​Lance!.

Caso o Flamengo não deseje renovar o vínculo entre as partes, Juan não descarta a possibilidade de buscar um mercado alternativo fora do país. O zaqueiro quer que o Rubro-Negro seja seu último clube no Brasil.

"No Brasil eu paro de jogar. Dentro do Brasil, a última impressão que eu quero deixar em um time de futebol é no Flamengo. Se eu me sentir bem para jogar e uma oportunidade em um mercado alternativo, onde eu possa combinar o futebol com a qualidade de vida, claro que eu sei que tem mercado de alto nível na Europa ou China, pela idade não pego mais", concluiu.

​​