| Futebol

Juan: "Ficarei feliz se puder bater essa marca"

Com 31 gols anotados, zagueiro está a apenas dois de igualar número histórico

flameng - Juan: "Ficarei feliz se puder bater essa marca"

Foto: Gilvan de Souza

Esbanjando sua tradicional categoria, aliada à raça que faz dele um dos grandes zagueiros da história do Mais Querido, Juan fez mais uma grande partida vestindo o Manto Sagrado na goleada por 4 a 0 sobre a Chapecoense. Aos 38 anos, o camisa 4 anotou o terceiro tento do confronto, seu 31º com a camisa do Flamengo, que garantiu a classificação para as quartas de final da Conmebol Sul-Americana. 

Sócio-torcedor tem mais Flamengo em vídeos da FlaTV Nação Rubro-Negra, com entrevistas exclusivas dos jogadores! Clique e sinta o orgulho de ser sócio-torcedor.

No momento, Júnior Baiano lidera essa lista, com 33 gols marcados. Para Juan, igualar e eventualmente superar esse número seria importante não apenas para enraizar ainda mais seu nome na história do clube de coração, mas pela idolatria que nutre pelo atual detentor da marca.

"Encaro com naturalidade. Ficarei feliz se puder bater essa marca e colocar meu nome na história do clube, ainda mais batendo um jogador do nível do Júnior Baiano. Sei o que ele representou para o clube e para mim em meu início de carreira, mas as coisas têm que ser naturais", comentou o zagueiro.

Com um desempenho coletivo que foi traduzido em um domínio completo durante a partida, o Flamengo correu poucos perigos durante os 90 minutos, de maneira similar ao que ocorreu no duelo diante do Sport pelo Campeonato Brasileiro. Juan enalteceu a performance, relembrando essa partida e ressaltando o foco no próximo desafio. 

"O time fez uma grande partida, dando sequência ao que tínhamos feito contra o Sport. É importante nos classificarmos sem correr riscos. Tínhamos que dar um sinal de maturidade, pois era um jogo de risco. Fico feliz por termos feito esse grande jogo. Agora é descansar porque sábado tem mais", elogiou, exaltando ainda mais o grupo ao falar sobre sua apresentação. "O importante é sempre o lado coletivo. Quando o time começa a jogar bem, os aspectos individuais aparecem. Uma hora sou eu, outra o Cuéllar e seguramente outros jogadores, pois há muitos de grande nível nesse elenco", completou.

Nesse sábado (23), às 19h, o adversário do Mais Querido será a equipe do Avaí, redirecionando o foco ao Campeonato Brasileiro. Segundo o craque, o resultado desta quarta-feira (20) eleva ainda mais a confiança do elenco na busca por mais três pontos na competição nacional.

"Dá moral porque era um adversário difícil. Passamos sem sofrer gols nos dois jogos, fazendo uma partida boa em casa. Agora é ligar a ficha no Brasileiro de novo, pois teremos mais um jogo importantíssimo para conseguirmos os três pontos, porque sabemos que na semana que vem temos o jogo da nossa vida", concluiu.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/26016/juan-ficarei-feliz-se-puder-bater-essa-marca

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.