"O Brasileiro, acho que é um dos mais importantes para todos. Ser hepta seria espetacular agora já no primeiro ano", afirmou Éverton Ribeiro.

Antes de fazer sucesso no futebol, Éverton Ribeiro também lutava judô. O jogador não fazia feio nos tatames e chegou a ser campeão estadual na infância.

"Até meus 10 anos eu dividia entre judô e o futebol. Em uma época, tive que escolher entre os dois. Fui para o futebol, que é mais da minha área (risos). Fui campeão paulista de judô", revelou.

Ao comentar sobre seus hobbies, o camisa 7 afirmou que, ao contrário dos boleiros em geral, não costuma jogar futebol no video-game - só quando está com os amigos.

"Jogo (game) de futebol com meus amigos, mas prefiro jogar um de guerra ou de luta. É mais minha praia. Gosto de andar de kart. Falam que, porque sou menor, ganho, mas acho que é porque sou bom de braço mesmo", disse.

Éverton Ribeiro volta a campo com o Flamengo nesta quinta-feira, quando a equipe recebe o Grêmio na Ilha do Urubu, às 19h30.

​​