• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Justiça nega recurso da CBF e impede que Taça das Bolinhas vá para o São Paulo

Ano após ano a discussão sobre o Campeonato Brasileiro de 1987 e a Taça das Bolinhas continua gerando debate. Dono legítimo do troféu, por ser o primeiro pentacampeão brasileiro, o Flamengo derrotou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na Justiça e impediu que o troféu fosse entregue ao São Paulo, segundo clube no Brasil a conquistar cinco títulos brasileiros. A apuração do caso foi feita pelo site Esporte News Mundo.

No dia 13 de agosto deste ano, o Flamengo conseguiu uma liminar na 1ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A decisão segue em vigor após a derrota da CBF na justiça esta semana. A entidade pode recorrer, levando o processo para os tribunais superiores em Brasília. Em seu parecer para tentar reverter a decisão, a CBF foi incisiva em seu recurso:

“A prevalecer a interpretação que o Flamengo pretende nesses autos, a Taça não será entregue a nenhum clube, o que não é justo, não é adequado, tampouco encontra fundamento nos Regulamentos editados pela CBF. Ademais, demonstra novamente que seu comportamento é ofensivo, abusivo, fruto do seu mero capricho e, ainda, contraditório, tendo em vista que defendeu o seu direito ao prêmio, o que foi negado administrativa e judicialmente, para, posteriormente, na presente ação, sugerir que o prêmio não seja entregue a nenhum clube”.

Toda essa discussão tem origem no tetracampeonato brasileiro conquistado pelo Flamengo em 1987. Na ocasião, havia dois torneios: O módulo verde, organizado pelo Clube dos 13, do qual fez parte o Flamengo junto aos outros grandes clubes do país, e o módulo amarelo, com times de menor expressão no futebol nacional. Em 1992, o Mais Querido venceu o Brasileirão pela quinta vez e se tornou o primeiro pentacampeão do torneio. Com isso, ele passou ser o dono legítimo da Taça das Bolinhas. Mas anos depois, o troféu foi retirado do clube, por decisão da Justiça.

No ano de 1987, a CBF queria que os finalistas dos módulos verde e amarelo se enfrentassem para definir o campeão brasileiro. O clube dos 13 não aceitou a proposta. Por conta disso, o Sport Recife, campeão do módulo amarelo passou a entrar na justiça para tentar invalidar o título do Mais Querido. Depois da conquista do pentacampeonato em 2008, o São Paulo passou a reivindicar a posse da Taça das Bolinhas na Justiça. Vale lembrar, que a posição do time paulista era favorável ao Flamengo, mas isso mudou quando o tricolor igualou o Mais Querido em títulos brasileiros.

Publicado em colunadofla.com.