• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Landim avalia impactos de longa paralisação no calendário: “Nenhum clube conseguiria manter pagamento integral”

Em meio à crise mundial com a pandemia do novo coronavírus, o Flamengo decidiu não mexer na folha salarial. Durante entrevista concedida ao canal oficial do clube, no YouTube, o presidente Rodolfo Landim reforçou o compromisso de manter os salários dos atletas em dia, mas afirmou que seria impossível uma manutenção caso a paralisação se estenda por um longo tempo.

O Flamengo honra os seus compromissos, paga em dia. Essa é expectativa que temos, e queremos manter isso. Traçamos cenários, os mais diversos possíveis, para tentarmos manter isso. Mas não controlamos os cenários. Em uma paralisação extremamente longa, nenhum clube conseguiria manter o pagamento integral de todos os seus jogadores. Seria totalmente impossível -, afirmou o mandatário.

Fortaleza e Atlético-MG foram os primeiros clubes da Série A a confirmarem a redução salarial de 25% durante a paralisação das atividades devido à Covid-19. Vale lembrar que a Comissão Nacional de Clubes e o Sindicato dos Jogadores chegaram a se reunir para discutir o assunto, mas não houve um acordo entre as partes, tornando as negociações individualizadas.

ASSISTA À ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

Publicado em colunadofla.com.