• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Landim cita nova estratégia nas logísticas dos jogos e tira lição após surto de Covid-19 no futebol

A viagem do Flamengo ao Equador para os jogos contra Independiente del Valle e Barcelona de Guayaquil agitou os bastidores do futebol do clube. Com o surto do novo coronavírus no elenco, membros da comissão técnica e dirigentes, o presidente Rodolfo Landim revelou que o Mais Querido irá realizar algumas mudanças nas logísticas dos jogos do Rubro-Negro.

– Os clubes vivem de competições. O Flamengo não vai ficar mais oito dias fora de casa em hipótese alguma. Vamos tentar  reduzir o período das viagens mesmo no Campeonato Brasileiro. É um aprendizado. O grande número de jogadores contaminados foi fruto desse período grande que estiveram ausentes. Convivendo no ambiente no qual a gente não controlava todas as redes da situação. Não estávamos em casa e não tínhamos controle de tudo -, disse durante participação no programa “Seleção SporTV”.

O mandatário rubro-negro destacou a participação de Márcio Tannure nas reuniões para a criação do protocolo da Libertadores. Landim ainda afirmou que a situação enfrentada pelo clube após a viagem ao Equador pode servir de exemplo para melhorias nos cuidados.

–  Tannure contribuiu para discussões e imagino que a discussão era muito mais para o lado técnico de tentar fazer o melhor protocolo possível. Vamos ter alguns aprendizados da viagem que podem ajudar no protocolo da Conmebol.

Publicado em colunadofla.com.