• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Landim descarta ‘mágoa’ de Renato Gaúcho e garante: “Não vejo porquê o Flamengo deva cortar relações”

Em 2018, o Flamengo demonstrou interesse na contratação de Renato Gaúcho e as tratativas foram iniciadas. No entanto, Renato negou a proposta do Mais Querido e optou por continuar à frente do Grêmio. Com a chegada de Jorge Jesus e os excelentes resultados alcançados pelo Rubro-Negro na temporada, muitos críticos de futebol começaram a comparar os trabalhos dos técnicos e os rendimentos das equipes. Nesta sexta-feira (27), durante participação ao vivo na Fox Sports, o presidente Rodolfo Landim reconheceu a qualidade de Renato Gaúcho e descartou qualquer ‘mágoa’ em relação ao treinador Gremista.

– Em relação ao Renato Gaúcho, ele foi um atleta do Flamengo, um atleta que jogou no Flamengo e conquistou campeonatos pelo Flamengo, tem uma parte da sua história importante passada no Flamengo, e é um grande profissional. Eu não vejo porque o Flamengo deva cortar relações com o Renato, ou deixar de falar com ele ou tentar queimar o Renato. Nada disso. O Renato é um grande profissional, já demonstrou isso ao longo do tempo, tanto na sua carreira como jogador quanto treinador. Ele é profissional, teve as decisões que tomou no passado, como todo profissional tem o direito de tomar todas as decisões que quiser. Não ficou nenhuma mágoa pelas negociações que a gente teve -, destacou o mandatário.

O Flamengo conquistou dois títulos extremamente importantes na última temporada: o heptacampeonato brasileiro (que não vinha desde 2009) e o bicampeonato da Copa Libertadores da América, que era o maior sonho da Nação. Durante o ano de 2019, devido às comparações de elenco e resultados, Renato Gaúcho protagonizou diversas falas polêmicas direcionadas à Jorge Jesus. No entanto, o português respondeu as provocações em campo, vencendo os confrontos diretos.

O embate mais marcante entre Flamengo e Grêmio foi pela semifinal da Copa Libertadores. No Maracanã, o Mengão deu uma aula de futebol e proporcionou um verdadeiro espetáculo à Maior Torcida do Mundo. O duelo terminou em 5 a 0 para o Mais Querido, que garantiu vaga na grande final, venceu o River Plate e se consagrou campeão da América.

Publicado em colunadofla.com.