| Futebol

Lateral-esquerdo peruano Trauco entra na mira do Flamengo para 2017

Flávio Godinho, vice-presidente de futebol do Rubro-negro, confirma interessa em compatriota de Guerrero; empresário diz que negociações estão "90% avançadas"

flameng - Lateral-esquerdo peruano Trauco 
entra na mira do Flamengo para 2017

Os rumores do interesse do Flamengo em mais um jogador peruano continuam, mas diferente da situação de Farfán, descartado pela diretoria, Miguel Trauco, do Universitario, foi confirmado como um nome dos nomes na lista para a lateral-esquerda do Rubro-negro para a próxima temporada. A informação do diário "Libero", do Peru, veio através de Flávio Godinho, vice-presidente de futebol do clube, que confirmou ao GloboEsporte.com o interesse no jogador.

Ao diário "Depor", José Chacón, empresário do lateral, afirmou que "a negociação já está 90% avançada". De acordo com Godinho o peruano está entre as opções, mas ainda não foram iniciadas as conversas.

- Temos interesse no Trauco. Porém, não começamos as negociações. É uma opção para a lateral-esquerda. Se tiver seu passe em mãos pode, sem dúvida, facilitar (o acerto) - declarou o dirigente Rubro-negro do "Libero". 

Revelado pelo Union Comercio, Trauco chegou ao Universitario e ganhou a titularidade na temporada. Aos 24 anos, o jogador ganhou espaço na seleção peruana com Ricardo Gareca e vem sendo utilizado com frequência nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. 

Além do compatriota de Paolo Guerrero, o Flamengo monitora outro nome. Reinaldo, emprestado pelo São Paulo a Ponte Preta, está entre os observados para a posição atualmente de Jorge, que desperta o interesse do mercado europeu. Dener Assunção, morto na tragédia do voo que transportava a delegação da Chapecoense a Medellín, era outro no radar. 

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/12/lateral-esquerdo-peruano-trauco-entra-na-mira-do-flamengo-para-2017.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.