| Futebol

LDB retorna em outubro e FlaBasquete briga pelo tricampeonato

Torneio contará com dez equipes Sub-20 e sedes em três estados

flameng - LDB retorna em outubro e FlaBasquete briga pelo tricampeonato

(Foto: Fotojump/LNB)

A Liga de Desenvolvimento de Basquete está chegando e o Flamengo buscará mais um título da competição. Disputada com times Sub-20, a LDB terá início no dia 21 de outubro e contará com dez equipes participantes em sua sétima edição. Com o Rio de Janeiro entre as sedes, Curitiba e São Paulo também recebem as principais promessas esporte brasileiro.

Além do Flamengo, Solar Cearense , Curitiba Basquetebol/Círculo Militar do Paraná, Paulistano/Corpore, Pinheiros, Sesi Franca Basquete, Minas Tênis Clube, Praia Clube, São José e Sogipa também fazem parte do torneio. Os clubes, divididos em dois grupos de cinco, se enfrentam em turno único na primeira fase, disputada no Rio de Janeiro, Curitiba e São Paulo. Os oito melhores se classificam para o octogonal final da Liga, sediado na capital paulista.

O grupo rubro-negro terá Minas, Pinheiros, Franca e São José. Dividida em duas partes, uma no Rio de Janeiro e outra em São Paulo, a primeira fase tem início marcado para 21 de outubro, parando no dia 25. Depois, os times voltam à disputa apenas em novembro para a conclusão da etapa classificatória. A tabela completa dos jogos será divulgada em breve.

Já na fase final, disputada de 20 a 25 de fevereiro de 2018 na capital paulista, os oito clubes classificados serão divididos em duas chaves e os dois melhores avançam às semifinais. As decisões serão disputadas em jogo único.

O Flamengo foi campeão da LDB em duas oportunidades, ambas quando a sede da competição foi o Rio de Janeiro. Em 2011, primeira edição da Liga, o Mais Querido bateu o Bauru por 70 a 68 na final. Já em 2013, o adversário foi o Minas e nova vitória rubro-negra por 51 a 42. O FlaBasquete ainda buscou o tricampeonato no ano seguinte diante do Basquete Cearense, mas acabou derrotado por 63 a 58.

As equipes de basquete do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/25988/ldb-retorna-em-outubro-e-flabasquete-briga-pelo-tricampeonato

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.