• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

#LOL – Parang no Fla, Rekkles na G2, Perkz na C9 e mais: veja os destaques da semana na janela de transferências

Um dos principais momentos do cenário competitivo de League of Legends teve início no dia 9 de novembro: a janela de transferências. Com muitas movimentações no Brasil e no mundo, o mercado, até aqui, tem sido marcado pelas surpresas. Nesta publicação, traremos algumas das principais mudanças no cenário, começando, é claro, pelo Flamengo.

Na última quinta-feira (20), o Fla Esports anunciou por meio das redes sociais a contratação do top laner Lee “Parang” Sang-won. O sul-coreano teve atuação de destaque representando a KaBuM! e-Sports na primeira etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2020, vencido pela organização. Porém, Parang não renovou com a equipe para a segunda etapa.

Apesar dos bastidores estarem quentes no Brasil com a chegada das franquias, veio da Europa a principal transferência da janela, que dificilmente será superada. Martin “Rekkles” Larsson, ex-atirador e símbolo da Fnatic, deixou a equipe para se juntar ao antigo companheiro Rasmus “Caps” Winther na arquirrival europeia G2 Esports.

Rekkles chega à G2 para substituir uma das principais lendas do cenário europeu. Luka “Perkz” Perkovic, que ex-mid laner que passou a atuar como atirador após a chegada de Caps, voltará à função depois de assinar com a Cloud 9, dos Estados Unidos, para disputar a LCS. Ele chega para substituir Yasin “Nisqy” Dinçer, apontado como provável reforço da Fnatic na função.

Seguindo na Terra do Tio Sam, a Team Liquid também trouxe reforços de peso para tentar apagar a participação decepcionante no Mundial deste ano. Melhor top laner na segunda etapa da LEC, o campeonato europeu da modalidade, Barney “Alphari” Morris deixou a Astralis para fazer parte da TL.

Quem se juntou a ele foi o caçador Lucas “Santorin” Larsen, que atuava na FlyQuest. Para o lugar de Santorin, a organização trouxe uma das principais revelações do Mundial: o argentino Brandon “Josedeodo” Villegas, que defendia os mexicanos da Rainbow7.

Publicado em colunadofla.com.