Lomba comenta influência política no protesto contra a equipe do Flamengo

Lomba comenta influência política no protesto contra a equipe do Flamengo

O Flamengo tem uma eleição presidencial pela frente e um dos desafios da atual diretoria é impedir que o ambiente político contamine o vestiário e os resultados do futebol. Quando um grupo protestou contra a delegação na sexta-feira, durante o embarque dos atletas para Fortaleza, foi questionado a influência política na manifestação que transcorreu de forma violenta.

No domingo, após a vitória por 3 a 0 do Flamengo, Ricardo Lomba admitiu que é uma possibilidade, mas não deixou de criticar o momento da manifestação.

- O Flamengo é grande demais para se apequenar dessa forma. Se isso tem cunho político, eu lamento demais e as pessoas deviam se envergonhar. Tudo leva a crer que sim. Se olharmos, hoje somos o líder do Brasileiro e estamos na Libertadores com totais chances de nos classificar. Respeitamos o direito de protestar, mas foi desproporcional. Os jogadores provaram o que aconteceu, deram um show em campo, muita disposição, e o resultado veio - afirmou.

'Não tem justificativa partir para cima do elenco. Não apoiamos, não concordamos e os atletas não merecem isso. Eventualmente a bola não entra, os jogadores não rendem o que eles gostariam, mas não justifica essa reação', disse Lomba.

Depois da conturbada viagem, a expectativa ficou em torno da reação dos jogadores em campo. O que se viu no Castelão foi uma boa atuação do Flamengo, que venceu o Ceará por 3 a 0, gols de Vinícius Jr e Diego - o meia foi o mais cobrado no protesto.

Após o triunfo, que deixou a equipe na liderança do Brasileirão, o VP de futebol destacou a importância da união entre torcedores e jogadores, especialmente no Rio de Janeiro, para a sequência da temporada de 2018.

- Jogadores foram bem em campo, a torcida deu um show na arquibancada. Em relação à sexta, não podemos concordar. Temos que respeitar a torcida, tem direito de cobrar, mas se excederam - afirmou Ricardo Lomba, antes de seguir:

- Temos que enaltecer o que aconteceu aqui. Fomos muito bem recebidos, a torcida apoiou sem parar, festejaram e os jogadores corresponderam em campo. Com a conexão entre torcida e time, o Flamengo fica muito forte.