Em entrevista ao ​UOL, o Artilheiro do Amor deixou claro que a prioridade absoluta era o retorno ao rubro-negro. Segundo o jogador, faltou dinheiro ao Fla para fazer uma proposta por seus direitos econômicos:

Acertei o salário com o Flamengo, mas as coisas com o clube turco não ocorreram como queria. Tinha muita vontade de voltar, mas o Flamengo não queria fazer uma proposta para me comprar. Se o Flamengo tivesse o poder financeiro para fazer a compra, com certeza teria voltado ao Brasil. Era a minha preferência – afirmou Love. 

O Flamengo não tinha dinheiro para pagar o Alanya, o Besiktas já tinha. Também era uma boa para mim estar em um clube grande e disputar uma Liga dos Campeões. Fui bem recebido pelo Adriano, Talisca, Pepe e Quaresma; enfim, me deixaram muito à vontade – completou o atacante.

>>> Veja também: Douglas Costa diz que Grêmio "não jogou para ganhar" em decisão com o Flamengo em 2009