• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Lucas Paquetá retorna ao Brasil, e primeiro filho do meia deve nascer em solo carioca

Por: Isabelle Costa

Devido ao surto do novo coronavírus, que vem acometendo diversas nações ao redor do mundo, inúmeros jogadores retornaram aos seus países, como Lucas Paquetá. Cria das categorias de base do Flamengo e atual Milan, o atleta regressou ao Rio de Janeiro, após a paralisação das competições europeias. Na Itália, país em que Paquetá vive, o número de casos e mortes tem apresentado crescimento alarmante. Até o momento, são 80.589 pessoas infectadas e 8.215 óbitos confirmados pelo governo.

Por conta da suspensão dos campeonatos, Lucas Paquetá retornou ao Rio de Janeiro para estar próximo da família, mas principalmente para que seu filho possa nascer na cidade natal. A previsão é que a esposa do jogador, Eduarda Fournier, dê à luz em abril, nas próximas semanas. No entanto, devido à medida de isolamento social imposta pelo governo, apenas Lucas Paquetá poderá acompanhar o parto.

Desde que chegou ao Milan, o jogador de 22 anos disputou 19 partidas pelo clube italiano. O meia foi vendido ao clube italiano por 38 milhões de euros, no entanto, Lucas Paquetá ainda não vingou pelo Rossonero. Na última janela de transferências, houve rumores de que o atleta estaria negociando com o Milan para ser emprestado, porém nada foi acertado.

Recomendações da Organização Mundial da Saúde: 

Com mais de 550 mil casos confirmados e mais de 25 mil vítimas fatais ao redor do mundo, A Organização Mundial da Saúde emitiu algumas recomendações à população mundial para evitar a propagação do vírus: 

Vale lembrar que os sintomas que se manifestam em pessoas contaminadas pelo coronavírus são: febre de mais de 38 graus, coriza, espirro, tosse, dores no corpo e dificuldades respiratórias. Apesar do alto nível de contágio, a taxa de letalidade do Covid-19 é de apenas 3,4%, aumentando o número de acordo com a idade e complicações na saúde. Os mais ameaçados pela doença são os idosos, pessoas com doenças respiratórias, cardíacas, problemas de imunidade, e diabéticas.

Publicado em colunadofla.com.