| Futebol

Luxa e torcida: jogadores atribuem segunda vitória ao técnico e à "nação"

Quase três meses depois da única vitória na competição, goleiro do Flamengo admite que jejum incomodava: “Tiramos peso das costas”, diz Paulo Victor

 

Alívio. Era a sensação no semblante de todos jogadores rubro-negros ao fim da dramática vitória sobre o Botafogo. O gol de Alecsandro no início do jogo garantiu a segunda vitória do Flamengo no Brasileiro e tirou o time da lanterna do campeonato – com 10 pontos, o time está 18º lugar. Desde a terceira rodada que o time rubro-negro não vencia. No único resultado positivo, o técnico ainda era Jayme de Almeida – 4 a 2 contra o Palmeiras, no dia 4 de abril, há quase três meses.

Os jogadores pareciam até ter ensaiado um discurso. A vitória era resultado do comparecimento em massa da torcida e do efeito moral que o técnico Vanderlei Luxemburgo deu ao time. O goleiro Paulo Victor, que ganhou a posição com a chegada do novo treinador, disse que “Luxa”, como a maioria dos jogadores se referiu ao experiente técnico, devolveu um pouco da confiança da equipe.

- Precisávamos dessa vitória. Comentando no ônibus que fazia dois meses ou mais que a gente não sabia o que era isso, o que incomodava todos. Agora tiramos um peso das costas. Os torcedores fizeram a diferença. Quando eles estão com a gente, temos um 12º jogador. E o professor Luxa também fala por si. Ele foi campeão por onde passou. Trabalhou nos dando confiança, que era o que precisávamos, vínhamos de derrotas, críticas, jogando sem confiança – disse o goleiro do Flamengo.

O experiente Léo Moura, que deu um susto ao perder a bola no fim do jogo – o lance terminou com a expulsão de Cáceres, que teve fazer falta em Sheik -, foi outro que agradeceu aos torcedores. Para ele, os rubro-negros confiaram numa volta por cima do Flamengo no clássico contra o Botafogo.

- A gente tem que agradecer muito a eles (torcida). Eles acreditaram na gente, vieram e dedico essa vitória, merecidamente, para essa torcida maravilhosa – afirmou o lateral.


Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.