| Futebol

Luxa elogia atuação do Flamengo e diz que Grêmio jogou por "uma bola"

Rubro-Negro havia vencido os cinco últimos jogos no Brasileirão, mas foi derrotado com lindo gol de Luan nos acréscimos.

 

O técnico Vanderlei Luxemburgo aprovou a atuação do Flamengo na derrota por 1 a 0 para o Grêmio, na noite deste sábado, no Maracanã. O treinador lamentou o fato de o time não ter conseguido criar uma grande chance para liquidar a partida. No fim, sofreu um belo gol feito pelo atacante Luan, que encerrou a série de cinco vitórias consecutivas do time carioca.

A expectativa em torno do resultado era grande. O Flamengo vinha de uma classificação heroica na Copa do Brasil na quarta-feira contra o Coritiba e havia vendido antecipadamente todos os ingressos para o duelo com o Grêmio.

- Se você analisar o jogo, vai ver que o Flamengo jogou contra uma grande equipe. Marcaram bem e jogaram por uma bola. No primeiro tempo tiveram mais chances, no segundo ficaram com o contra-ataque. Acharam o gol aos 40 e poucos minutos, era o que esperavam. O time jogou bem, não se encolheu, dentro do que vai encontrar pela frente. Tivemos posse, giramos para um lado e para o outro e não matamos.

Luxemburgo ficou satisfeito também com o comportamento da torcida e lamentou a ausência de jogadores de velocidade. Neste domingo, o grupo folga e se reapresenta na manhã de segunda-feira no Ninho do Urubu, quando também viaja para Cuiabá, onde enfrenta o Goiás, quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro. O time é o nono, com 25 pontos, mas pode ser ultrapassado pelos adversários que jogam neste domingo.

Vanderlei Luxemburgo, Flamengo X Grêmo (Foto: Getty Images)Vanderlei Luxemburgo orienta o time durante a derrota por 1 a 0 para o Grêmio (Foto: Getty Images)











Leia na íntegra a entrevista de Vanderlei Luxemburgo:

Torcida

- (A torcida) Viu que a equipe se empenhou, buscou o resultado. Levou um gol no fim. Tem que dar os parabéns ao torcedor. A expectativa nossa continua a mesma, de sair da zona de confusão. Vamos enfrentar uma parte complicada da tabela. Fizemos uma pontuação acima do que a gente imaginava. Ela tem que saber a importância de estar junto. Há muita coisa para acontecer ainda.

Everton e Paulinho

- Fazem falta para imprimir o ritmo diferente, mudanças boas. Fizeram falta, mas não dá para buscar culpados. O Everton está vivendo um grande momento e o Paulinho não poderemos contar com ele até o fim do ano. São jogadores de velocidade e velocidade no futebol é tudo. Não foi excelente, mas fizemos um bom jogo dentro das possibilidades.

Análise

- Foi um jogo de ocupação de espaço. Jogamos no campo deles. O menino do lado esquerdo, o Dudu, tem velocidade, e o Felipão se fechou buscando essa jogada. O jogo poderia terminar 0 a 0. O Paulo Victor fez uma grande defesa e o Marcelo Grohe, outra. Foram chances reduzidas e eles tiveram mais felicidade. Não tem o que lamentar.

Cabeça em pé

- Os jogadores precisam reconhecer que o time teve uma boa atuação. Entender que o adversário teve sucesso. Mas o Flamengo não se mostrou frágil nem ineficiente. Jogou, buscou, lutou. Não pode deixar cair por uma derrota que pertence ao futebol. Se estivesse apática, se entregando, seria outra coisa, mas sabe que pode buscar algo para frente.

Goiás

- Vamos viajar para Cuiabá. É um adversário difícil. Jogaremos com muito mais torcedor, com 90% do estádio de flamenguistas. Iremos em busca de resultado naquela fase de virada de turno, quando encontraremos adversários difíceis no caminho.

Melhora no segundo tempo

- A gente identifica melhor o adversário. Tem que dar os parabéns também ao Antonio Mello (preparador físico). O time está se mostrando bem fisicamente. Jogando compacto ajuda. Não fica espaçado. Toca a bola, gira até encontrar espaço de maneira que economiza energia.

Maratona

- O time tem uma recuperação boa. Mas na frente pode ter que fazer um equilíbrio por um desgaste maior, tirar um jogador ou outro. Por enquanto, vem suportando bem.

Paulo Victor

- Ele está muito bem postado, com confiança. O gol está ficando pequeno para os adversários. Mudamos o posicionamento dele em algumas situações e fez uma defesa fantástica. Foi importante e muito bonita. Está vivendo grande momento.

Como alcançar o Cruzeiro?

- Com reza braba. O Cruzeiro está muito bem, preparado para ser campeão. Acho que vai ser difícil.



Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.