| Futebol

Luxa elogia diretoria: "o Flamengo tem que fazer jogos fora. É bom para o clube"

Além de elogiar postura da diretoria em partidas longe do Rio, técnico revela que conversas com Alexandre Wrobel sobre reforços começaram há bastante tempo e que não pode haver irresponsabilidade fina

Vanderlei Luxemburgo fala com a imprensa

Vanderlei Luxemburgo fala com a imprensa

Nesta sexta-feira (21.11), dia da reapresentação do elenco, Vanderlei Luxemburgo concedeu entrevista coletiva e falou sobre diversos assuntos, entre eles as perspectivas para 2015, os jogos fora do Rio de Janeiro e as três próximas partidas pelo Campeonato Brasileiro. "Temos que ter responsabilide profissional até o final. Estamos jogando para torcedores do Flamengo de outros estados, e dar satisfação a eles já é um fator motivacional", disse. No campo 1 do Centro de Treinamento George Helal, os atletas que não jogaram contra o Atlético-MG realizaram treino físico, sob os cuidados dos preparadores Daniel Felix e Marcos Lima. Os demais ficaram com Antonio Mello na academia e depois correram no gramado. Esta foi a última atividade antes da viagem para o Maranhão, onde o Flamengo enfrenta o Criciúma, no próximo domingo (23.11). Luxa afirmou que atuar fora do Rio de Janeiro é bom para o clube, desde que a ideia seja estudada com antecedência, dentro de um planejamento. "Jogar fora tem sido uma realidade, uma tendência. O Flamengo tem que fazer jogos fora mesmo, buscar arrecadações. A diretoria tem trabalhado bem neste sentido, com seriedade", explicou. Ao ser questionado sobre reforços, esclareceu que tem falado frequentemente com o Vice-Presidente de Futebol Alexandre Wrobel, que o momento tem sido de análise do mercado e que algumas conversas estão bem avançadas. "Estamos sempre atentos ao mercado para montarmos um time forte. A análise da base da equipe que permanecerá começou quando cheguei. Estamos observando tudo para termos um time competitivo em 2015. Só não pode haver irresponsabilidades no futebol. Tem que ser inteligente. É necessário. Não é questão de bom, bonito e barato. O craque é o mais barato de toda equipe. Na época do Zico, todos corriam por ele. Caro é jogador que não dá resposta", disse. Por fim, falou sobre a necessidade de o Flamengo ter um ídolo dentro de campo, e citou o atacante Gabriel como exemplo. "O Gabriel quase foi trocado pelo Feijão. É moleque e pode ser ídolo do clube. To precisando deste tipo de jogador. Temos que buscar. O Flamengo precisa de um ídolo. O Luxemburgo não tem que ser o carro-chefe", finalizou. Para o jogo de domingo, Vanderlei segue sem contar com Samir e Eduardo da Silva. Conforme o médico Marcelo Soares, o zagueiro continua o tratamento no adutor da coxa direita, enquanto o atacante trabalha a parte física. Confira a lista dos relacionados: Goleiros: Cesar e Paulo Victor. Laterais: Anderson Pico, João Paulo, Léo e Léo Moura. Zagueiros: Chicão, Erazo, Frauches, Marcelo e Wallace. Volantes: Amaral, Cáceres, Canteros, Luiz Antonio e Marcio Araújo. Meias: Éverton, Lucas Mugni e Mattheus. Atacantes: Elton, Gabriel, Igor Sartori e Nixon.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/19943/luxa-elogia-diretoria-o-flamengo-tem-que-fazer-jogos-fora-e-bom-para-o-clube

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.