| Futebol

Luxa exalta grupo do Flamengo em recuperação: "70% pertence a eles"

Técnico minimiza sua participação no Brasileirão depois de o time ocupar a<br>lanterna. São 24 pontos conquistados em 39 possíveis sob o seu comando

A chegada de Vanderlei Luxemburgo no fim de julho coincidiu com a reação do Flamengo no Campeonato Brasileiro. Ele assumiu o comando quando o time estava na lanterna da competição, sem maiores expectativas a não ser "sair da confusão", como ele mesmo definira. Ao adotar o discurso e falar abertamente com os jogadores sobre a diferença técnica para os adversários, conseguiu um resultado efetivo.

No entanto, Luxemburgo coloca 70% da reação na conta dos jogadores. Para ele, a capacidade do grupo foi fundamental para a equipe hoje estar numa situação mais confortável no Brasileirão, ocupando a 10ª colocação, com 31 pontos, ostentando momentaneamente uma série de quatro jogos sem derrota, sendo uma vitória e três empates – além de uma sequência de cinco vitórias, algo que apenas o Inter também conseguiu.

Luxemburgo Flamengo treino (Foto: Cahê Mota)Todos atentos ao professor: Luxemburgo conversa com os jogadores antes do treino (Foto: Cahê Mota)



– Ouço muito "Luxemburgo isso" ou "Luxemburgo aquilo", mas se não estivesse com este grupo eu não chegaria a esse ponto. Eles se identificaram com o trabalho, e 70% do que tem acontecido pertence aos jogadores, que se juntaram e procuraram se aperfeiçoar. O grupo não é tecnicamente excelente, mas entendeu – afirmou Luxemburgo.

Sob o seu comando no competição, o Flamengo conquistou 24 de 39 pontos possíveis. Foram sete vitórias, três empates e três derrotas, sofrendo apenas 10 gols em 13 jogos – antes de sua chegada, havia sofrido 19 em 11. No geral, ainda conseguiu a classificação nas oitavas de final da Copa do Brasil ao eliminar o Coritiba nos pênaltis.

O próximo jogo é contra o Bahia, domingo, em Salvador, pelo Brasileirão. Luxemburgo não contará com Cáceres e Alecsandro, suspensos, e ainda pode perder Everton, que levou uma pancada no tornozelo direito no empate com o São Paulo, quarta-feira, no Morumbi.

O Flamengo vem de jogos contra Corinthians, Fluminense e São Paulo e terá na sequência o Bahia, fora de casa, e o Santos, no Maracanã. Entre essas duas rodadas, ainda enfrenta o América-RN, em Natal, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

– Dentro da nossa análise da competição, passamos pelo momento mais crucial. Enfrentamos equipes que estão no topo da tabela, o Bahia e o Figueirense fora de casa. É complicado – afirmou Luxemburgo, referindo-se a dois times que brigam para escapar do rebaixamento no Brasileiro.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.