| Futebol

Luxa justifica mudanças contra o Coritiba e cita o futebol europeu

Técnico do Flamengo lembra que outros times seguiram a mesma estratégia na Copa do Brasil e na Sul-Americana, priorizando o Campeonato Brasileiro

vanderlei Luxemburgo Flamengo (Foto: Agência Getty Images)Luxemburgo reforçou que o Brasileirão é prioridade (Foto: Agência Getty Images)

A derrota por 3 a 0 para o Coritiba deixou uma impressão diferente de um time que vinha sendo seguro defensivamente. O técnico Vanderlei Luxemburgo optou por poupar cinco jogadores e o placar acabou chamando a atenção. Wallace, jogador que mais atuou pelo clube no ano, Léo Moura, o mais velho do grupo, João Paulo, único lateral-esquerdo à disposição, Cáceres, que tem atuado com dores nas costas, e Canteros foram os escolhidos.

Luxemburgo se justificou dizendo mais uma vez que sua preocupação é passar o Campeonato Brasileiro com tranquilidade, sem risco de rebaixamento. Quando assumiu o cargo, o time estava na lanterna da competição em grave crise e com um clássico pela frente.

- Fui bem claro nas primeiras entrevistas, que iria fazer aquilo que fosse necessário. Conversamos com a diretoria e não foi só o Flamengo que fez isso. O Vitória, que está na lanterna, tirou cinco ou seis. Eles ganharam, nós perdemos. O São Paulo fez a mesma coisa e perdeu. Eles viram o campeonato da mesma forma que eu - explicou Vanderlei.

Nessa opção por preservar jogadores, o treinador escalou Eduardo da Silva como titular. O jogador havia marcado três gols em cinco jogos e pela primeira vez desde que chegou ao Flamengo atuou os 90 minutos. Sofreu uma pancada na região lombar com menos de 20 minutos do segundo tempo e ficou em campo até o fim. Vanderlei disse que é preciso cuidado com o jogador.

- Quando você coloca um jogador e ele decide duas ou três vezes para você começa aquele negócio de que tem que ser titular. Mas você está usando bem dessa forma. Na Europa, isso é normal. Contrata-se um jogador para uma competição específica ou para jogar fora de casa. Tem quem rende mais quando entra do que inicia. Não digo que é o caso do Eduardo. Ele está fora de forma e estamos preocupados com a possibilidade de uma lesão. Ainda está fora de sintonia e por isso levou a pancada. Com uma movimentação mais leve não percebeu que o jogador havia chegado - comentou o treinador.

Contra o Vitória, Vanderlei terá quase força máxima. Além de Eduardo da Silva, ele não contará apenas com o lateral-direito Léo, que vem fazendo tratamento intensivo para se recuperar de um problema na coxa direita.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.