| Futebol

Luxa não crava permanência, mas diz: "Cabeça está na formatação do Fla"

Sem contrato assinado, técnico garante que pensamento é estar no clube até o fim <br>de 2015, mas frisa: &quot;Se acontecer alguma coisa, são coisas do mercado do futebol&quot;

Luxemburgo, treino, Ninho do Urubu (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)Luxemburgo deseja continuar no comando da equipe (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)

Ao que parece, a grande maioria da torcida do Flamengo quer a permanência de Vanderlei Luxemburgo na próxima temporada. Afinal, a melhora do time sob o comando do técnico é incontestável, e os números no segundo turno são dignos de G-4. Apesar de ter um acordo estabelecido com o clube até o fim de 2015, Luxa trabalha sem contrato assinado. Há um impasse por conta de um veto da diretoria aos pedidos colocados pelo advogado do treinador: exigência de cotas de ingressos e camisas por jogo. Na entrevista coletiva desta sexta-feira, no Ninho do Urubu, o assunto, já que o Rubro-Negro provavelmente não viverá grandes emoções nesta reta final, foi inevitável. Com tranquilidade, Luxemburgo manifestou o desejo de permanecer no clube, mas afirmou que, caso sua saída aconteça, será "coisa de mercado".

- Está bem claro que a minha cabeça está na formatação do Flamengo. O corpo do meu contrato não muda, tudo o que foi acordado ali vai ser cumprido. Meu pensamento é estar no Flamengo. Existe uma coisa que é um compromisso moral. Existe contrato estabelecido até o fim de 2015. Se acontecer alguma coisa, são coisas de mercado do futebol. Existe essa coisa de colocar técnico e jogador como mercenários. Não é bem assim. Há multa no contrato. Se há multa e o cara paga, ele está cumprindo o contrato. Isso me assusta, como treinador. Por que o cara é mercenário? Essa coisa de técnico ser mandado embora toda hora também é bem complicada - disse Luxa.

Apesar de o Flamengo negar as cláusulas formalmente, Luxemburgo recebe a cota de 15 ingressos e cinco camisas por jogo. Perguntado sobre as exigências, o treinador riu de forma bem-humorada e foi sucinto.

- Olha, se não tiver acordo dessas duas cláusulas, vai continuar sem contrato. E eu vou continuar trabalhando, e ganhando as camisas (risos) - afirmou o comandante.

Luxemburgo, treino, Ninho do Urubu (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)Treinador exaltou as tentativas da diretoria de montar um time competitivo (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)



Além disso, Luxemburgo afirmou que está engajado no processo de reformulação do Flamengo e disse que a diretoria está em um bom caminho para montar uma equipe competitiva.

- Há um trabalho muito forte da diretoria de recuperação do clube. Existe a parte administrativa, e o futebol tem que acompanhar isso. Estou satisfeito porque vejo essa diretoria querendo que o Flamengo saia dessas dívidas, busque alternativas e faça um time competitivo. Um caminho fundamental é o sócio-torcedor. Podemos quebrar recordes, passar o Inter, por exemplo. Temos 40 milhões de torcedores. Outros caminhos são parcerias, coisas de mercado. A diretoria tem competência para isso, e eu estarei junto a eles nesse processo. Vejo neles a possibilidade de fazer isso e por isso estou engajado nesse processo.

Na manhã deste sábado, a delegação rubro-negra viaja para Recife, local da partida de domingo, contra o Sport, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida será realizada na Arena Pernambuco, às 17 horas (de Brasília).

* Estagiária, sob supervisão de Marcelo Barone

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.