| Futebol

Luxemburgo critica arbitragem e vê gol de Fred como irregular no Fla-Flu

Técnico do Flamengo não vê preparo no árbitro escalado para a partida

A preocupação intensa com relação à arbitragem havia sido declarada antes mesmo de a bola rolar no clássico deste domingo entre Flamengo e Fluminense. O empate em 1 a 1, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, acabou tendo jogadas polêmicas e Dewson Fernando Freitas da Silva, o escolhido para apitar o confronto, tomou suas decisões, que não agradaram o técnico Vanderlei Luxemburgo.

Vanderlei Luxemburgo na partida contra o Fluminense (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Luxemburgo criticou a arbitragem na partida com o Fluminense (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)


O gol do empate do Fluminense foi marcado por Fred. Além de questionar um empurrão do atacante no zagueiro Chicão, disse que a falta marcada pelo árbitro, de Cáceres em Cícero, também não aconteceu. Além disso, reclamou da distribuição de cartões. No entanto, sua maior preocupação foi com o que chamou de campanha para declarar o Flamengo favorecido pela arbitragem.

saiba mais
  • Fla e Flu empatam, e rubro-negros
    ficam sem vencer tricolores em 2014
  • Éverton elogia Cavalieri e lamenta
    chance perdida nos acréscimos
  • Atuações: goleiros se destacam em
    jogo de poucas finalizações no Maraca
  • VC DÁ A NOTA: avalie os jogadores do Flamengo contra o Fluminense

- O Flamengo teve uma proposta de jogo e nos mantivemos em cima dela o jogo todo. Conseguimos o gol. Acho que o gol do Fluminense foi irregular. O Fred acho que empurra o Chicão, e também não foi falta do Cáceres. Coisa que se deve ter a preocupação. Erros e acertos fazem parte, não a campanha. Em um lugar onde tem 40 pontos de audiência, começa a falar que o Flamengo é favorecido, é complicado... O que existe é erro e acerto para todas as equipes. São coisas que discutimos todos os anos - explicou.

Dewson, do Pará, foi escalado para o clássico depois de a Comissão de Arbitragem detectar um erro na escalação de Anderson Daronco, do Rio Grande do Sul, para dois jogos seguidos do Flamengo no Campeonato Brasileiro, contra Palmeiras e Fluminense. A escala acabou sendo alterada.

- Jogo no Rio de Janeiro, com dois grandes times, e vem um árbitro de Belém, que não conhece a nossa característica... Deu cartão no primeiro tempo, o qual achei correto. No segundo, teve reincidência do Conca, e ele não deu. No Jean, não deu. Na sequência, deu para quem não era reincidente na mesma jogada. Não pode ficar falando que um clube é privilegiado. Entra ano, sai ano, estamos falando disso. Aí vem um árbitro de outros centros menos evoluídos, com menos clássicos, e acontece isso aí - comentou Luxemburgo.

Com o empate, o Flamengo fica nas posições intermediárias da tabela e sete pontos longe da zona de perigo da competição. É, atualmente, o 11º colocado, com 30 pontos. Na próxima rodada, enfrenta o São Paulo, no Morumbi. O duelo será na quarta-feira, às 22h (de Brasília).

Confira a entrevista de Luxemburgo:

Arbitragem
 
"Não foi determinante. Erro é normal em uma competição. Acontece. Não vou colocar a culpa na arbitragem. O Flamengo apresentou uma proposta e conseguiu jogar. Enfrentamos um time com potencial apra ser campeão e estão de parabéns. Estamos jogando de forma convincente dentro das nossas características".
 
Eduardo da Silva
 
"Ele saiu pois poderia agravar uma lesão e ficar três ou quatro semanas parado. Preferi tirar".
 
Classificação
 
"Tivemos possibilidades de avançar mais em alguns jogos, como contra o Palmeiras, Grêmio, agora aqui. Mas estou satisfeito. O time está evoluindo".
 
Pressão externa
 
"A declaração do vice de futebol do Fluminense é normal, coisa do estado, da rivalidade. O que me preocupa é essa coisa maciça de falar que o Flamengo está sendo favorecido".
 
Posicionamento
 
"Não vi uma recuada. Jogamos do mesmo jeito. Deixamos os zagueiros deles jogar. Eles têm três meias canhotos que se movimentam muito e dois volantes que sabem jogar. Fizemos da mesma forma de antes do gol. Foi uma estratégia".
 
Sequência
 
"A expectativa é boa. Todo mundo dizia que queria ver como o Flamengo passaria por essa fase. Viramos contra o Atlético-MG, fizemos um jogo igual com o Grêmio, vencemos o Corinthians e empatamos com o Fluminense. Vamos enfrentar o São Paulo agora. A tabela é impressionante. São clássicos seguidos. É para mandar técnico embora. Aqui já aconteceu. Não houve equilíbrio".
 
Lucas Mugni
 
"Ele está se adaptando ao Brasil, quer fazer tudo ao mesmo tempo e não está conseguindo encontrar o seu timing. Botei na posição em que ele gosta, por trás do atacante, em função do Fluminense para congestionar o meio do campo. Adaptando-se, vai melhorar".
 
Volta ao Fla-Flu
 
"Se fomos pegar a história do futebol, eu estava no Flamengo, Corinthians, Palmeiras, já venho há bastante nesse negócio. Não me preocupo para trás. Já falei muitas coisas sobre minha passagem pelo Fluminense. Poderíamos ter ganho, assim como o Fluminense, que teve duas finalizações com o Fred no segundo tempo".
 
Empate
 
"Foi o resultado que se apresentou. A gente quer ganhar três pontos sempre, mas não ganha sempre. É preciso entender o que pode acontecer. Imagina se vou ficar lamentando. Estamos avançando e recuperando algo lá atrás, no caminho certo".

 
Sem prêmio
 
"Não (deve receber). O que está combinado não é caro (Fla deveria conquistar seis pontos nos últimos quatro jogos para receber premiação). O que tem direito, tem direito. Não posso reivindicar uma coisa que eles não conquistaram. Mas no segundo turno vai ser mais complicado, não só para o Flamengo, mas com todo mundo".

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.