| Futebol

Luxemburgo elogia Furacão e admite superioridade: "Não fomos bem"

Treinador do Flamengo critica postura de sua equipe na derrota de virada por 2 a 1 em Curitiba: "Começamos a negociar o resultado e afrouxamos na marcação"

 

"Mereceu o resultado". Desta forma, sucinta, o técnico Vanderlei Luxemburgo admitiu a jornada ruim do Flamengo na Arena da Baixada e reconheceu a superioridade do Atlético-PR, que derrotou o Rubro-Negro carioca, de virada, por 2 a 1, na tarde deste domingo.

O Flamengo chegou a sair na frente, com Eduardo da Silva, mas cedeu a virada ainda no primeiro tempo depois de dar campo ao adversário. Luxemburgo reclamou dessa atitude do time depois da derrota, que encerrou uma série de três vitórias seguidas na temporada.

- Estávamos bem no jogo, de repente com a vantagem começamos a negociar o resultado e afrouxamos a marcação. Trouxemos o Atlético-PR e é complicado. Mereceu o resultado. Fiz três substituições para ver se dava um equilíbrio, mas tecnicamente não fomos bem - disse o treinador.

saiba mais
  •  Atlético-PR sai atrás, mas vira, vence o Flamengo e respira na tabela
  • TABELA: veja a classificação do Brasileirão

O resultado fez o Flamengo ser ultrapassado pelo Atlético-PR e perder uma posição, estando em 11º lugar, com 37 pontos. O time carioca volta a jogar nesta quarta-feira, às 19h30, no Maracanã, diante do Internacional. O duelo será válido pela 30ª rodada do Brasileirão.

Leia outros tópicos da entrevista:

Planejamento

Estamos a sete pontos ainda da zona da confusão. Tem ainda os jogos de Botafogo e Vitória, mas esse resultado (derrota para o Atlético-PR) poderia acontecer. Historicamente, o Flamengo não tem bons resultados aqui. Nós, tecnicamente, deixamos a desejar, mas o importante é que o time lutou, tentou buscar. Estamos no caminho certo.

Brasileirão x Copa do Brasil

Poderia estar melhor no Brasileirão. Houve o crescimento da equipe, mas não conseguimos o resultado. Quero lembrar que avançamos na Copa do Brasil e muita gente ainda não entendeu. A prioridade ainda é sair da confusão, manter o Flamengo na Série A, mas a Copa do Brasil se apresentou para nós.

Vanderlei Luxemburgo, Atlético-PR X Flamengo (Foto: Getty Images)Vanderlei Luxemburgo em ação, sob chuva, na derrota para o Atlético-PR na Arena da Baixada (Foto: Getty Images)

Mudança de jogos

Teríamos agora dois jogos no Rio. Não vai ser assim porque o Botafogo optou por jogar em Manaus e já recebeu 800 mil reais ou um milhão. Isso é ruim em uma reta final de competição. A CBF tem uma responsabilidade muito grande nessa relação com as  novas arenas, a questão do mando de campo. Alguém pode provocar uma situação para perder o mando por causa de um copo atirado ou alguma briga para ser beneficiado e ganhar dinheiro jogando nessas novas arenas. Quando a tabela é divulgada se faz um estudo dela. Quando muda no meio, fica complicado. O Joel Santana está conhecendo o Brasil todo de novo com o Vasco por isso. Vamos perder cinco horas de voo para Manaus, mais uma hora lá e outra aqui, em um jogo que seria no Rio. Se querem mudar, tem que fazer antes de a competição começar.

Vaga de Alecsandro

Estou buscando. Não quis colocar o Elton no jogo porque pensei na velocidade. Gostei da movimentação do Eduardo, mesmo sem ser um homem acostumado com isso. Vamos ver nessa reta final de Brasileiro e na Copa do Brasil para decidir o que é melhor. Mas quem fez falta desta vez foi o Márcio Araújo, que realiza a marcação e saída de bola, mastiga o jogo. Ele não aparece muito para a torcida, mas é eficiente.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.