| Futebol

Luxemburgo: "Não existe a mínima possibilidade de eu ser candidato"

Técnico do Flamengo descarta concorrer à presidência do clube e garante <br>que será o treinador na próxima temporada: &quot;Tenho contrato até 2015&quot;

Apesar de ainda não ter assinado seu contrato com o Flamengo, o técnico Vanderlei Luxemburgo garante que permanece na Gávea até o final de 2015. O treinador afastou os boatos de que estaria pensando em ser candidato à presidência do clube. O Rubro-Negro terá eleições no próximo ano e o treinador é sócio. No entanto, em participação no "Redação SporTV", o técnico negou qualquer possibilidade de se transformar em dirigente (assista ao vídeo).

- Eu não tenho nenhuma renovação com o Flamengo. Meu contrato está estabelecido até 2015. São duas cláusulas que ficaram para ser discutidas, o Flamengo entendeu que eu não devia e eu entendi que devia ficar. Mas o contrato é até 2015. Para parar de vez com essa coisa: não tem a mínima possibilidade de eu sair candidato a presidente do Flamengo. Não criem isso, não existe. É totalmente fora de contexto. Não tem possibilidade nenhuma (...) Tenho contrato até 2015, só não está escrito, mas está tudo falado. Não tem chance de eu sair do Flamengo - disse.

Luxemburgo participa do "Redação SporTV" (Foto: Reprodução SporTV)Luxemburgo diz que não será candidato a
presidente do Flamengo (Foto: Reprodução SporTV)

Apesar de negar participar das eleições, Luxemburgo deu uma dica para a diretoria rubro-negra e destacou que o clube precisa aumentar o número de sócio-torcedores. Segundo o treinador, o projeto está abaixo do seu potencial considerando-se o tamanho da torcida do Fla e é capaz de gerar receita para se montar um time melhor. O Internacional possui 125.340 contribuintes, na frente de Grêmio (79.625), Cruzeiro (64.476) e Corinthians (61.571). O time da Gávea é o sexto, com 57.872.

- Até torço porque o Flamengo tem que propor um grande desafio que é a grande proposta da diretoria para o ano que vem. É o sócio-torcedor. Proponho o desafio para que o sócio-torcedor do Flamengo possa bater todos aqueles clubes que possuem mais sócios que ele. É o grande projeto dos clubes hoje. Buscar receita através de torcedor. Tem 42 milhões de torcedores e não consegue o mínimo que seriam 150 mil sócio-torcedores pagantes para ter um time muito mais forte e competir com Inter, Grêmio e Cruzeiro.

saiba mais
  • Luxemburgo evita falar que Fla está salvo e traça 46 pontos como meta

 

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.