| Futebol

Mancuello curte 'recomeço' no Flamengo e ganha elogios

Meia argentino mostrou maturidade e profissionalismo enquanto esteve no banco

flameng - Mancuello curte 'recomeço' no Flamengo e ganha elogios

Com um sorriso no rosto – típico daqueles de quem está de bem com a vida –, o meia Mancuello curte um recomeço no Flamengo. Ele foi bem na vitória sobre o Atlético-MG, no domingo, num jogo em que deu uma assistência para Felipe Vizeu. Como Alan Patrick ainda está voltando de recuperação de um edema na coxa direita, o argentino deve ser mantido como titular no clássico contra o Botafogo, neste sábado.

Com humildade, o camisa 23 prefere não se escalar e deixa o caso nas mãos de Zé Ricardo.

– É uma decisão do treinador. Temos que ficar bem para ele montar o melhor time possível. Estamos lá em cima e vamos trabalhar para continuar brigando lá – disse.

Esta foi apenas a segunda oportunidade do gringo como titular sob o comando do técnico interino. Mesmo na reserva, Mancuello não parecia abalado no Rubro-Negro. No domingo, após a vitória sobre o Galo, o auxiliar técnico Jayme de Almeida fez elogios ao estrangeiro e lembrou que ele não criou um clima ruim por ter ficado na reserva por um bom tempo.

– Seria fácil ficar de cara amarrada. O Flamengo construiu um grupo de jogadores que querem brigar pela Libertadores e o título. Um grupo, às vezes, tem que esperar a oportunidade. Ninguém ganha campeonato com 11 jogadores, tem que ter plantel de qualidade – comentou o auxiliar.

Mancuello revelou que teve uma conversa com Zé Ricardo para tranquilizar o treinador. O gringo tirou a pressão do comandante por colocá-lo entre os suplentes.

– Falei para o treinador que estava aqui para ajudá-lo. Era a primeira experiência dele no profissional, e eu disse que o apoiaria, que não tinha pressão de me colocar para jogar – comentou o meia argentino.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/mancuello-curte-recomeco-ganha-elogios.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

1 Comentário

Cesar PerboyreHá 4 meses

Isso que é profissionalismo de verdade. Perdeu a vaga de titular e não ficou fazendo bico no banco, nem dizendo que queria ir pra outro clube. Que sirva de exemplo para 99% dos jogadores brasileiros. Vaga de titular se ganha nos treinos, não no grito, no choro, na ameaça de ir embora. Boa, mancuello. SRN

Carregar mais