| Futebol

Márcio Braga tenta unir oposição por candidato único e ironiza Bandeira: 'Pé-frio'

Velho conhecido da política do Flamengo já começa a pensar em cenário para as urnas

flameng - Márcio Braga tenta unir oposição por candidato único e ironiza Bandeira: 'Pé-frio'

Seis vezes presidente do Flamengo, Márcio Braga tenta unir a oposição do Flamengo já pensando na próxima do clube, que vai ocorrer em dezembro de 2018. O ex-mandatário convocou uma reunião para 30 membros influentes da política rubro-negra nesta quinta-feira, num apart-hotel. Ele quer convergir os interesses dos opositores para que seja lançado um único candidato e não vários, como costuma ocorrer.

Em entrevista por telefone ao LANCE!, o ex-presidente faz críticas ao atual mandatário, Bandeira de Mello, a quem classifica como 'pé-frio' e 'laranja'.

- Estamos num ano que antecede a eleição no Flamengo. Se a oposição não se articular, esta história vai continuar e teremos um laranja e pé-frio. Ninguém conhecia o Eduardo (Bandeira de Mello), ele caiu de paraquedas - disse Márcio Braga, referindo-se ao lançamento da candidatura de Bandeira em 2012, quando ele substituiu Wallim Vasconcellos, impugnado pelo Conselho Deliberativo na ocasião.

Márcio Braga afirmou que a reunião terá nomes de peso da oposição, como Luiz Eduardo Baptista, o Bap, e o próprio Wallim Vasconcellos. Recentemente, o grupo do ex-candidato a presidente e ex-dirigente divulgou uma carta aberta pedindo a saída de Bandeira de Mello da vice-presidência do clube. Atualmente, o mandatário acumula a pasta, desde a saída de Flávio Godinho.

O ex-presidente considera que a gestão de Eduardo Bandeira de Mello foi muito mal no que ele considera como os dois pilares do clube.

- Eles foram bem nas finanças e na administração, mas tiveram uma gestão desastrosa no remo e no futebol - comentou Márcio Braga.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/marcio-braga-tenta-unir-oposicao-por-candidato-unico-eleicao-fla.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.