Maurício Barbieri não descarta poupar time do Fla, para domingo

Maurício Barbieri não descarta poupar time do Fla, para domingo

Maurício Barbieri chegou ao oitavo jogo oficial no comando do Flamengo, sem saber o que é derrotas, após o empate sem gols com a Ponte Preta, no Maracanã, que garantiu à classificação da equipe para às quartas de finais da Copa do Brasil. Entretanto, na próxima quarta, a equipe tem uma importante partida diante do Emelec (EQU), pela Copa Libertadores, que pode definir o futuro da equipe na competição.

Antes disso, a Chapecoense em Chapecó. Ciente da desgastante rotina de jogos e da difícil viagem até a cidade catarinense, o treinador não descarta poupar a equipe, pela primeira vez.


- Se entendermos que existe um desgaste excessivo de algum atleta, obviamente vamos preservar esse jogador para o jogo com a Chapecoense - disse o treinador, falando sobre a situação de Juan e Diego. O zagueiro foi poupado, o meia segue em recuperação:

- As situações do Diego e do Juan são diferentes. O Juan veio, mas entendemos que não está 100%. O Diego vem em uma crescente, mas não teve condição de vir para o banco. Vamos avaliar amanhã. Se houver possibilidade, vai viajar para o jogo contra a Chapecoense - sacramentou.

Sobre a classificação sobre a Macaca, o treinador acredita que a Ponte Preta, mesmo precisando do resultado, veio por uma bola, o que pode ter prejudicado o desenvolvimento do jogo rubro-negro.

- Apesar de a Ponte estar em desvantagem no placar, veio fechada. Até acharam essa bola, e a gente conversou sobre isso com os jogadores. A equipe não se portou da maneira que a gente esperava - disse, concluindo:

- Eles vieram numa postura mais recuada do que lá em Campinas. Mas, se você for analisar, a gente talvez tenha criado mais chance de gol do que lá. A equipe como um todo não conseguiu desenvolver o jogo como esperávamos

'Não fizemos a partida que esperávamos, nós Queríamos a vitória. Mas a equipe, como um todo, está em uma crescente', afirmou.

TREINADOR SEGUE COMO "INTERINO'
Independente da invencibilidade no comando do Flamengo - são oito jogos oficiais sem derrotas e um amistoso - Barbieri segue com o mesmo discurso que não se considera o treinador do Fla e, sim, apenas fazendo seu trabalho:

- É uma decisão da direção. Não são oito jogos invictos do Maurício. São jogos do Flamengo. Temos vários profissionais envolvidos. É uma marca da equipe e me deixa feliz - esquivou.

O adversário do Flamengo nas quartas da Copa do Brasil será definido em sorteio feito pela CBF, apenas depois da Copa do Mundo, já que muitos confrontos serão definidos, após o Mundial.

O elenco rubro-negro se reapresenta na manhã de sexta, no Ninho do Urubu, e viaja para Chapecó logo após o treino. Defendendo a liderança do Brasileirão, o Flamengo enfrenta a Chapecoense neste domingo, às 16h, na Arena Condá.

VEJA MAIS DA ENTREVISTA DE BARBIERI

Atuação de Paquetá
O Paquetá veio buscar um pouco menos. De novo, a gente não fez um jogo como gostaríamos, mas tivemos domínio da posse de bola. Parabenizei pela classificação.

Mudança de postura contra Inter e Ponte
​O Inter também veio fechado. Queríamos o Paquetá hoje mais próximo do gol. Não funcionou como queríamos. Mas tivemos mais posse de bola e o domínio. Nos mantemos vivos e bem em todas as competições

Everton Ribeiro
Temos conversado para o Everton. Em alguns momentos ele tem atuado mais pelos lados. É um jogador que vem crescendo. Está em numa crescente, assim como toda a equipe. Não fizemos o jogo que esperávamos. Queríamos a vitória. Mas estamos numa crescente.