• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Médico da CBF explica liberação de atletas do Atlético-GO para jogo contra o Fla e garante: “É seguro, não há risco”

O Flamengo entra em campo na noite desta quarta-feira (12), para enfrentar o Atlético-GO, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. No entanto, na testagem habitual dos atletas e comissão, foi confirmado que quatro jogadores da equipe de Goiânia deram positivo para a Covid-19. Apesar disso, os mesmos foram liberados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), após o time ter entrado com recurso.

Ao GE.com, o presidente da Comissão Médica da CBF, Jorge Pagura, explicou os critérios usados para liberar os atletas para a partida desta quarta. Segundo o profissional, a entidade se baseou em normas previstas e aceitas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Pagura ainda fez questão de garantir que é seguro e não há risco algum nesta liberação.

Nos baseamos em uma norma do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) dos Estados Unidos, já aceita pela Organização Mundial de Saúde. Essa norma prevê que, após um exame PCR positivo, o isolamento de dez dias é suficiente para liberar o paciente – disse, antes de continuar:

Não é mais preciso repetir (a testagem), porque em muitos casos esses novos exames continuavam dando positivo por muito tempo, até 12 semanas, 15 semanas, em pacientes que já não transmitiam o vírus para ninguém. Não vamos liberar ninguém para jogar infectado. É seguro, não há risco -, concluiu.

Vale lembrar que o Brasil ainda é um dos epicentros da Covid-19 no cenário mundial. Por conta disso, uma série de questões foram analisadas e foi criado um protocolo médico de segurança para que o futebol voltase no país. Até o momento, em solo brasileiro, foram registradas mais de 100 mil mortes por Covid-19 e mais de três milhões de casos foram diagnosticados.

A decisão da CBF em liberar os atletas do Atlético-GO foi comentada pelo vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz. O dirigente disse que acataria as recomendações da CBF: “Não sou médico. Não tem o que fazer. O Flamengo vai cumprir as recomendações que a CBF mandar”, declarou ao jornalista do canal Paparazzo Rubro-Negro.

A partida entre Flamengo x Atlético-GO está marcada para às 20h30 (horário de Brasília). O duelo terá transmissão exclusiva do Premiere e marca a segunda rodada do Brasileirão. O confronto será o segundo da equipe sob o comando do novo treinador, Domènec Torrent.

Publicado em colunadofla.com.