Meninos do Flamengo se destacam na primeira parcial da Seleção das Estatísticas do Carioca 2018

Meninos do Flamengo se destacam na primeira parcial da Seleção das Estatísticas do Carioca 2018

Lucas Silva fez seu primeiro gol como profissional (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

– Como funciona:

Após cada rodada, o Blog Números da Bola traz a atualização da Seleção das Estatísticas do campeonato. Usando dados do Footstats, o blog monta um selecionado com os atletas que lideram as estatísticas de alguns dos principais fundamentos individuais na competição.

No gol, por exemplo, fica com a camisa 1 o goleiro que tiver realizado a maior quantidade de defesas difíceis. Quando dois ou mais empatarem, a segunda estatística analisada será os gols sofridos. Se a igualdade persistir, entra na Seleção do Carioca o arqueiro com mais lançamentos certos.

O time montado após as rodadas levará em conta as estatísticas gerais do Estadual e não apenas a do último jogo. A ideia não é montar a equipe supostamente ideal, mas sim destacar os jogadores com os melhores números em suas posições. Por conta disso, diversos fundamentos entram como prioritários.

Nas laterais, os melhores cruzadores. Na defesa, o zagueiro com mais rebatidas e outro com mais desarmes entre os zagueiros. No meio, um volante que rouba bolas, outro que vira o jogo, um meia garçom e outro que cria. Na frente, um atacante goleador e outro finalizador. Como 12º jogador, o principal driblador.

Como as partidas entre os chamados pequenos não possuem scout, os jogadores destes clubes não terão estatísticas completas. Portanto, a Seleção das Estatísticas do Carioca possui apenas atletas dos quatro grandes – com exceção do artilheiro, que pode vir a ser de um pequeno, já que é um dado de conhecimento geral.

– Estatísticas utilizadas para a escolha de cada jogador:

1 – Goleiro – +defesas realizadas/-gols sofridos/+lançamentos certos
2 – Lateral-direito – +cruzamentos certos/+desarmes/+assistências para finalização
3 – Zagueiro – +desarmes/+rebatidas/+gols marcados/
4 – Zagueiro – +rebatidas/+desarmes/+gols marcados/passes certos
5 – Volante – +desarmes/+passes certos/+assistências para finalização
6 – Lateral-esquerdo – +cruzamentos certos/+desarmes/+assistências para finalização
7 – Meia – +assistências para finalização/+assistências para gols/+gols
8 – Volante/Meia – viradas de jogo certas/+desarmes/+passes certos
9 – Atacante – +gols/+finalizações certas/+assistências para finalização
10 – Meia – +assistências para gols/+gols/assistências para finalizações/+ dribles
11 – Meia/Atacante – + finalizações certas/+gols/+assistências para finalização
12º jogador – + dribles/+finalizações certas/+assistências para finalização/+gols

Veja como está a seleção:
– Em negrito, os jogadores que entraram na última atualização

1 – Gabriel – Flamengo – 1 defesa difícil/0 gols sofridos/2 lançamentos certos
2 – Dudu – Fluminense – 1 cruzamento certo/2 desarmes/1 assistência para finalização
3 – Patrick – Flamengo – 2 desarmes/9 rebatidas/0 gols
4 – Reginaldo – Fluminense – 11 rebatidas/0 desarmes/0 gols
5 – Matheus Fernandes – Botafogo – 6 desarmes/42 passes certos/0 assistências para finalização
6 – Gilson – Botafogo – 1 cruzamento certo/3 desarmes/2 assistências para finalização
7 – João Paulo – Botafogo – 3 assistências para finalização/0 assistências para gol/0 gols
8 – Ronaldo – Flamengo – 1 virada de jogo certa/2 desarmes/48 passes certos
9 – Pipico* – Macaé – 4 gols/ ? finalizações certas/? assistências para finalização
10 – Brenner – Botafogo – 1 assistência para gol/1 gol/2 assistências para finalização/0 dribles
11 – Lucas Silva – Flamengo – 2 finalizações certas/1 gol/1 assistência para finalização
12º jogador – Rodrigo Pimpão – Botafogo – 2 dribles/0 finalizações certas/2 assistências para finalização/0 gols

* Somando os gols marcados na 1ª fase do Carioca